Casinha Branca

João Luiz Corrêa

exibições 1.325

Casinha branca onde nasci
Berço querido onde me criei
Hoje me vejo longe de ti
E de saudades eu morrerei
Em sonho eu vejo jardim em flor
De tudo ali vivo a recordar
Aqui distante fico pensando
Como estará

Momentos de alegria
Onde existia felicidade
Agora, quando recordo,
Me causa angustia e muita saudade
Na infância me deste abrigo
Nas horas lindas do meu viver
E hoje vivo no mundo
Triste e sozinho a padecer.

Em meu caminho, destino cruel,
A minha vida se transformou
Naquele tempo fui tão feliz,
Hoje não sou
Casinha branca quanta saudade
Daquele tempo que longe vai
Adeus infância que já passou
Não volta mais!!

0 comentários
Terra Música feedback