Vivência

Jorge de Altinho

exibições 13.106

Rumureja a água na fonte
Faz zumbido o vento no mar
Quem não tem de quem se lembrar
Vive como o balanço do mar

Eu vou no passo do compasso desta vida
A hora que se passa nunca mais é revivida
O passo verdadeiro que se pode dar na vida
É criar no coração um amor que dure toda a vida

Passarinho que passa voando
Onde vais, passarinho, pousar?
Vou também pela vida andando
Sem saber quando ter que parar

Noite clara é tempo de lua
Pois a lua da rua é luar
A saudade que eu tenho é tua
Vou cantar pra não ter que chorar

Eu vou no passo do compasso desta vida
A hora que se passa nunca mais é revivida
O passo verdadeiro que se pode dar na vida
É criar no coração um amor que dure toda a vida

Rumureja a água na fonte
Faz zumbido o vento no mar
Quem não tem de quem se lembrar
Vive como o balanço do mar

Eu vou no passo do compasso desta vida
A hora que se passa nunca mais é revivida
O passo verdadeiro que se pode dar na vida
É criar no coração um amor que dure toda a vida

Terra Música
feedback