Tudo Que Eu Tenho

Jorge Vercillo

exibições 23.791

Quando menino
Eu troquei a bola pela viola
E fiz da Praia do Leme
O meu abaeté
Com os amigos
Futebol na areia
Após a escola
Musa de tantos versos
Ela ainda é

Atravessava Túnel Novo a pé
Até o Canecão
Pra descobrir aquilo
Que me fez quem sou
Voltava em zigue-zague
Como as pedras sobre o Calçadão
E ocupava à beça o som
Do meu irmão

Craque Buarque de Holanda,
Qual o anjo que te ronda
Quando raias a escrever?
E se o que chega aos seus ouvidos
É divino pra você?

Milton, desenha com a tua voz
Os trilhos e o relevo
Nas linhas em tua mão
És em pessoa o Ouro Preto
Nas minas da canção
Nas minas da canção

Transparência melodia
A rebrilhar na voz de Gal
Como um raio laser no cristal

Caí na noite
Nos bares da vida,na madrugada
Cantei na Penha,no Leblon e Santa Cruz
Garis,vigias e violeiros
São como Exu e Batman
Rondam nas sombras
Mas a serviço da luz

Eu me entreguei
De corpo e alma
Para a dor e a alegria
De ter a música
Como crença,como um deus
O meu amor,o meu sustento
Minha sabedoria
Tudo que eu tenho
Foi a música quem deu

Emanuel Veloso mostra
A face ainda não vista
De um povo a se inventar
Toca no espelho dos opostos
Que opõe ao se espelhar

Uma mulher em Alagoas
Sonhara com um navio
De nome Djavan
Canto de pássaro tão raro
E em mim se fez manhã
E em mim se fez manhã

E foi Gil
Quem trouxe a África
Do reggae ao ijexá
Oluó da minha música

Terra Música feedback