Letras de músicas - Letras.mus.br

Lágrimas Do Palhaço

Kamau

Mano Brown:
“...Na calada ela vem
...O que fazer quando a fortaleza tremeu...
A lágrima de um homem vai cair...”

Kamau:
Aí, não era um bom dia pra piada
Má notícia em casa e treta com a namorada (vish!)
Zica danada daquelas que vem do nada
Chega sem avisar e acaba com o camarada
E eu ia cabisbaixo, pensativo
Como se procurasse no chão o motivo
Que ocupasse o espaço de onde roubaram a brisa
A vida quando quer bater não alisa
Se perguntarem se eu tô bem, tô bem!
Procurando o meu Nirvana como o Kurt Cobain
Mas nem tanto, no meu canto confesso
Liberto, deixo extravasar o excesso
Sem tempo pra derramar lamentação
Esperam lá pra que eu seja a graça da situação
A profissão não me permite ser triste
Afinal é pra alegrar que o palhaço existe, mas

Não tenta entender o porquê, nem o porquê
E na alegria a tristeza ela vem sorrateira
Amiga e traiçoeira
Vem pra me livrar
Do mar, desafogar
Meu mundo sem par

Milhares de ouvidos e olhares me esperam lá fora
O produtor me acelera dizendo: “É agora!”
Meu coração se acelera eu penso e agora?
Pra ajudar eu ouço o barulho a chuva, piora
Olho ao redor pra saber quem tá comigo nessa
Qual deles se interessa em saber como é que eu tô?
Teve quem desertou, alguns por minha culpa
Mas é aqui que eu to e hoje não vai ter desculpa
Quero calar quem não me quis por aqui
E faz de tudo pra apagar tudo que eu fiz por aqui (Hã!)
Todos tão críticos, não me dão o mínimo de crédito
Na real todos tão sínicos
Querem minha queda, mas não terão
Nada além de ouvir meu nome aclamado em ovação
E são esses momentos que aliviam o karma
Entre o perfume das rosas e a mira da arma de quem

Não tenta entender o porquê, nen o porquê
E na alegria a tristeza ela vem sorrateira
Amiga e traiçoeira
Vem pra me livrar
Do nó, desafogar
Meu mundo sem par

Pergunto pra ele a onde é que ela foi
Ele diz que ela disse que já voltava
Ele trava, fica mudo, pergunto o que que foi
E ele não diz uma palavra
Tudo muda quando ela não tá presente
Ele pensa na visita mais recente
Por que será que ela tem que partir
Sempre sem avisar e ele nem pode se despedir? (Há!)
Mas quando ela aparece é intenso
O cheiro de paixão se mistura ao de incenso
Varam madrugadas, ritmo frenético
Um quadro atípico até poético
E eu só registro, não posso interferir
Mas dá pra sentir de longe, é amor, certeza
Beleza da relação do dom e da inspiração
Faz chorar e quem conhece sabe que não é fraqueza, mas

Não tenta entender o porquê, nem o porquê
E na alegria a tristeza ela vem sorrateira
Amiga e traiçoeira
Vem pra me livrar
Do mar, desafogar
Meu mundo sem par

Mano Brown:
“Vai cair... A lágrima...
...A lágrima, a lágrima... Cabe em um olho e pesa uma tonelada...
...A lágrima, a lágrima... Tem sabor de mar... Clara e salgada...
...A lágrima, a lágrima... Molha a medalha de um vencedor...
...A lágrima, a lágrima... Diz que homem não chora, ta bom falou...”

Composição: Kamau Part. Tulipa Ruiz (Prod Renan Samam) · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por João
32.199 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais