Vaqueiro ruim que dói

Limão Com Mel

exibições 8.082

Êita vaqueiro ruim de pista esse vaqueiro
Êita cavalo ruim de gado esse cavalo
Não sei queméo pior dos dois
Toda vez é zero boi
Pois quem cai é o vaqueiro

Quando o boi sai do jiquí
O vaqueiro sai coladinho, mas com frei de mão puxado
E o locutor reclamando, não é pra tanger o boi
É pra derrubar o gado.

E o boi atravessa a linda
E atrás de duas murrinhas, tirando a terra do "dos zói"
Pois ficaram na poeira, e o boi saiu na carreira.
Esse vaqueiro é ruim que dói

Esse vaqueiro é ruim que dói.
Esse vaqueiro é ruim que dói.
Esse cavalo é ruim que dói.
Esses dois são ruim que dói.

(refrão)

Já era demadrugada e o vaqueiro
Com o "bucho" cheio de cachaça
Correndo atrás do boi
Deu um nó e se apregou
E o boi em disparada
E até onde vale o boi, o cavalo foi
E só se via o poeirão
Quando a poeira assentou
Se ouvia o locutor, "foi zero boi"
Valeu o vaqueiro no chão.

(refrão)
E parte pra ultima senha e vai dizendo
Esse boi vou derrubar
Mas o povo sai tangendo
E o cavalo gemendo
Nunca vai acompanhar
E lá da arquibancada, tome vaia
Só escuta um grito só "É ruim que da dó"
Larga disso camarada
Quer brincar de vaquejada
Faça uma pra tu só

Terra Música feedback