Amor de Boêmio

Lourenço e Lourival

exibições 1.042

Tu queres que eu mude a minha vida
Reclamas minha falta de carinho
Querida quem nasceu pra ser boêmio
Não é por qualquer chamego que abandono o meu pinho.

As noites para mim são os meus dias
Meu luar é o sol que me ilumina
O sereno é o spray nos seus cabelos
E as estrelas minha musa matutina.

Eu sou boêmio, sim, boêmio sim, eu sou
Porem, a ti eu dedico muito amor
Porem te peço que não reclames,
Aceite os versos de um boêmio que te ama

Terra Música feedback