Armadilha Do Destino

Lourenço e Lourival

exibições 13.764

Vou contar uma história que a tempo passado
Se deu com Ronaldo por ser sua sina
Perdeu a esposa ao nascer uma filha
Pra outra família ele deu a menina

Assim foi embora sem rumo vagando
Bebeu vinte anos e de tudo esqueceu
Enquanto a menina sem ter um conselho
Por cantos alheios no mundo cresceu

Ronaldo jamais recordava que tinha
Aquela filhinha que um dia nasceu
Herança de um beijo tão puro e sagrado
De quem ao seu lado só um ano viveu

Mas pelo destino cruel sem piedade
Em uma cidade dali muito ausente
Um casal de ébrios beijando sorria
O pai e a filha se amando inocente

Naquele ambiente onde os dois se encontraram
Ali praticaram horriveis pecados
Ronaldo depois de uma louca ilusão
Pra flor do salão perguntou seu passado

Em cujas palavras ela respondeu
Que sua mãe morreu ao dar-lhe a vida
E seu pai vivia no mundo a vagar
E ela sem lar ali teve guarida

Ronaldo enxergando a realidade
Gritou na ansiedade do último adeus
Perdoê-me filha que estou morrendo
E fique sabendo que seu pai sou eu

E ela sentinto remorso e dor
O rosto em terror vendo pai que morria
Não pode escapar do punhal da tristeza
Naquela surpresa morreu pai e filha.

0 comentários
Terra Música feedback