Ladrão de Bode

Luiz Gonzaga

exibições 5.297

Vida boa vida alegre, minha vida é um pagode,
Me criei robando cabra, vou morrê robando bode
Me criei robando cabra, vou morrê robando bode
Seu delegado me solta, lhe garanto ao senhor
Se aprendi a roba bode, foi meu pai que me ensinou
Desde o tempo de menino, com o finado meu avô
Desde o tempo de menino, com o finado meu avô
Vida boa vida alegre, minha vida é um pagode,
Me criei robando cabra, vou morrê robando bode
Me criei robando cabra, vou morrê robando bode
Eu tenho 14 filhos, tive o dom de ensinar
Como se roba esses bode, seja qualquer animar
Mando enterrá o couro, moi de não deixá sinar
Mando enterrá o couro, moi de não deixá sinar
Vida boa vida alegre, minha vida é um pagode,
Me criei robando cabra, vou morrê robando bode
Me criei robando cabra, vou morrê robando bode
Não adianta chibata, nem bolo de palmatória
Me soltou robo de novo, e acabou-se a história
Sua glória á ser soldado, roubá bode é minha glória
Sua glória á ser soldado, roubá bode é minha glória
Vida boa vida alegre, minha vida é um pagode,
Me criei robando cabra, vou morrê robando bode
Me criei robando cabra, vou morrê robando bode

Terra Música feedback