Andorinha

Mara Lima

exibições 31.007

Outro dia me senti tão só, com o peso da cruz,
Um dia tornou-se noite, e a lua não deu sua luz,
Procurei um ombro amigo, pra desabafar,
Mais infelizmente, não consegui achar

Pensei vou seguir sozinha, eu tenho que tentar,
Foi quando no temporal, ouvi uma voz a me dizer,
Se a luta é tão grande, sozinha não vais vencer.

Como uma andorinha voando sozinha não faz verão,
Como um barco a deriva sendo açoitado pelos
vendavais,
Assim é a nossa vida, quando vem a luta, nos falta
fé,
Nesse momento gritamos, socorre-nos Homem de Nazaré,
Homem de Nazaré, Homem de nazaré.

Se pensa em seguir sozinha, com o peso da sua cruz,
Cristo verdadeiro amigo, está a lhe dizer,
Se a luta for tão grande, sozinha não vais vencer...

Como uma andorinha...

Terra Música feedback