Menino de Rua

Mara Lima

exibições 10.462

Ô criança,
Sem esperança.
Descalso, pés no chão,
mendigando o proprio pão.

ô menino, sem destino,
não tem amor do pai,
desconhece o amor da mãe.

ô criança, que tem esperança,
da vida melhorar,
quando o natal chegar

ô menino, tão fraquinho,
tão cedo à vagar, pelas praças da cidade.

Para sobreviver, ele estende a mão
e quando pede alguém,
já recebe "não"!
Como é possível alguém, ser tão cruel!
Como é possível alguém, não ter amor!

"coro"

Deixe de lado, o preconceito,
e faça alguém sorrir,
e dê à ele amor.
Deixe de lado, o teu orgulho,
e faça alguém feliz,
e vá dormir em paz

0 comentários
Terra Música feedback