Anjo do Egito

Mara Lima

exibições 36.014

Conta-se uma história de alguns tempos atrás
De um Anjo enviado para o Egito visitar
Em todos primogênitos da casa ia tocar
Se não tivesse Sangue em seus portais
E eis que a meia noite o Anjo do Senhor passou
Em todos primogênitos da casa ele tocou
Mas quem tinha Sangue nos umbrais dos seus portais
Dormia e repousavam-se em paz

O Anjo do Egito aos Primogênitos feriu
Porque não tinha sangue em seus umbrais o Anjo viu
Esparja hoje em seus Portais o Sangue Carmesim Como o Egito proferiu
Como é Glorioso ter as Marcas lá da Cruz
E ser purificado pelo Sangue de Jesus
Os males deste mundo nunca podem me atingir
Se o Sangue Precioso corre em mim

Hoje nesta casa nós estamos reunidos
Não é o mesmo anjo que irá passar aqui
É o anjo do conserto que irá em ti tocar
Se é que existe sangue em seus portais
Levante a sua voz em clamor e oração
Que o Anjo já chegou com a Vitória em suas mãos
Ele faz notório as Promessas de Deus
Milagres hoje vão acontecer

Sinta irmão o Anjo do Senhor passando ai
Eu sinto ele agora se aproximando de min
Entra pela porta e atravessa as laterais
Por fé nós já podemos contemplar
Passa pelos Jovens e aproxima do altar
Voa e opera nos acordes do coral
Desce sobre a Banda e no Circulo de Oração
E estende sobre nós a sua mão

Oh, Senhor Jesus, vem lavar-me no teu Sangue carmesim
Pra que eu possa ter a certeza
Que o teu Precioso Sangue corre em mim
Que o teu precioso Sangue corre em mim
Que o teu precioso Sangue corre em mim
Sangue carmesim

Terra Música feedback