Queimando Tudo

Marcelo D2

exibições 84.346

Eu canto assim porque eu fumo maconha
Adivinha quem tá de volta explorando a sua vergonha
Eu sou melhor do microfone, não dou mole pra ninguém
Porque o Planet Hemp ainda gosta da maryjane
Então por favor, não me trate como um marginal
Se o papo for por aí, já começamos mal
Quer me prender só porque eu fumo cannabis sativa
Na cabeça ativa, na cabeça ativa, na cabeça ativa
E isso te incomoda?
Eu falo, penso, grito e isso pra você é foda
A mente aguçada, mermão
Eu sei que isso te espanta
Mas eu continuo queimando tudo até a última ponta

Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta

Piso pesado e sinistro como o sol que vem sem dó
Quando eu tô preso em preto e branco como em daunbailó
Procurando e destruindo falsos mcs
Nocivos como os governantes do nosso país
Minha família quer tudo, como quem não quer nada
O estilo é livre, ninguém pode pará-la
Nada mais, nada menos, é, eu tô sabendo
Black Alien vai rimando, queimando, sobrevivendo
Se é o caso, queimo a casa e me livro do rato
Negozinho, se liga que eu não vou deixar barato
Então D2 " qualé ",o que você me conta?
Eu continuo queimando tudo até a última ponta

Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta

Olhe pra mim, veja as pupilas dilatadas
É a mente trabalhando, eu não vou te fazer nada
Sinta os efeitos da fumaça sonora, e não se esqueça
Planet Hemp, fazendo a sua cabeça
M-a-r-c-e-l-o, Marcelo D2, na lata sem dó
Dedo amarelo, enfumaçado e o pensamento longe
Mas eu continuo queimando tudo como chech e chong
Não adianta armadilha, mermão, eu não caio
E muito menos cabeça de pobre é pára-raio
A mente aguçada, mermão, eu sei que isso te espanta
Mas eu continuo queimando tudo até a última ponta

Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta
Eu continuo queimando tudo até a última ponta

0 comentários
Terra Música feedback