Infinito

Márcio Greyck

exibições 79.097

Nós dois andando pelo céu, tudo é tão lindo.
O mundo fica diferente, fica bem distante.
É tudo como se tivesse que morrer agora.
A minha vida está em tuas mãos senhora.
E quando vejo seus cabelos da cor do sol,
Eu sinto que se quisesse poderia voar.
Andar pelo horizonte sem mistério
E vou olhar teus olhos por que são sinceros.

Guarda-me, proteja-me, que sou eu.
Quando te amo eu sou um homem que chega à Deus.
Na minha viagem pelas estrelas tu terás.
O amor sincero, o infinito que não verás.
Pois o infinito são seus olhos, meu amor.
E quando te amo, eu sou um homem que chega à Deus.
Agora pegue as minhas mãos, mas pegue com calor.
Você não pode recusar, o meu amor que é teu...

Amor, perdoa aquele que está amando
O mundo não é mais importante que o meu amor.
Que importa saber o tempo que me espera.
A minha vida está em tuas mãos senhora...

Guarda-me, proteja-me que sou eu.
Quando te amo eu sou um homem que chega à Deus...
Na minha viagem pelas estrelas tu terás.
O amor sincero, o infinito que não verás.
Pois o infinito são seus olhos.
E quando te amo, eu sou um homem que chega à Deus.

Composição: G. Bigazzi, G. Savio Versão: Fernando Adour · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Dri
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.
0 comentários
Terra Música feedback