Bonde do Tony Country

Menor do Chapa

exibições 110.273

Meu maior veneno é cumprir a porra da pena,
Mas sei que logo vou sair.

Vou pra favela resolver os meus problemas,
Vou zuar e tirar onda no palco como Mc.

Lá no Turano é o Bonde do Tony Country,
Lá tem seu lado ruim e também seu lado bom.

Equilibrado, porém desequilibrado.
Tu tem que ficar ligado então dobre a atenção.

Eu falo isso porque tem troca de tiro,
Se uma bala perdida pode encontrar você,
Virando a esquina vejo uma forte neblina,
Hoje é dia de cobrança, quem deve vai morrer

É embaçado morrer no mundo do crime,
Não quero mais viver nessa contramão.

Nesse filme a bala não é de festim
E dependendo onde acertar tu não levanta mais do chão.
O produtor desse grande curta metragem
Não forneceu um colete pra mim na cena atuar.

Fica difícil encarar essa responsa,
Trabalhar sem proteção é o mesmo que se matar.

Lá no Turano é o bonde do Tony Country.
Lá tem seu lado ruim
E também seu lado bom.

Equilibrado, porém desequilibrado.
Tu tem que ficar ligado então dobra a atenção.

E como diz meu parceiro Mc Careca
Tu tem que ser braço forte, tem que ter disposição.

E na antiga minha mãe deu um conselho:
"Pra que isso, meu filho? Te dou um mundo melhor"

Eu não ouvi e me sujeitei ao crime
E também aos seus regimes, não sou digno de dó.

E o desgosto bateu forte na coroa,
Seu filho na vida a toa ela prefere morrer.
Minha rainha te amo acima de tudo,
Tu verás que é um absurdo eu explico pra você

Na minha infância eu adorava adrenalina,
Tudo que emocionasse, mexesse com o coração.
E a brincadeira era andar pelos telhados,
Pular muros e barracos como policia e ladrão.

Era engraçado eu me apegava na maldade,
Ao invés de ser o mocinho, queria ser o vilão.

Tava na cara que não era boa coisa,
Hoje estou diplomado com canudo de ladrão.

Terra Música
feedback