Letras de músicas - Letras.mus.br

Maloqueiro Sou Eu

Moleque Doido

(Refrão)
Maloqueiro sou eu
O errado sempre sou eu
Mas o malandro morreu
Mas quem matou não fui eu

Maloqueiro sou eu
O errado sempre sou eu
Mas o malandro morreu
Mas quem matou não fui eu

Maloqueiro sou eu, o errado sempre sou eu
Não sei quem me envolveu, agora é problema meu
Eu sou culpado de tudo, tachado de vagabundo
O bandidão da quebrada, eu sou o resto do mundo

Por que ando de bermudão, aba reta, cordão,
Ouço rap pesado chamado "Som de Ladrão"
Mas veja os calos na mão, eu sou um trabalhador
Me visto assim porque gosto, analfabeto não sou

Me dá licença doutor, escute o meu argumento
Se já morreu só lamento, me livre deste tormento
Ladainha de gambé é duro de ouvir
Pegue o meu depoimento, eu quero sair daqui.

Maloqueiro sou eu
O errado sempre sou eu
Mas o malandro morreu
Mas quem matou não fui eu

Maloqueiro sou eu
O errado sempre sou eu
Mas o malandro morreu
Mas quem matou não fui eu

Sou maloqueiro, sou maloqueiro, sou maloqueiro, sou maloqueiro
Sou maloqueiro, sou maloqueiro, sou maloqueiro, sou maloqueiro

Sei que sou chamado de Maloqueiro
E sempre sou suspeito de tocar terror
Mas o que é bom pra você também é bom pra mim
Então por que você se acha diferente de mim, É
Nunca fiz mal a ninguém, É sério
Quem procura acha caixão e necrotério
Eu não vou matar malandro pra ser morto depois
Se tem um beck na roda, que role um pra nós dois
Pra mim o principal suspeito é o cara de cinza
Com jeitão de boiola, parado lá na esquina
Um racista que acha que todo preto é suspeito
Então larga do meu pé e vai prender o sujeito

(Refrão)
Maloqueiro sou eu
O errado sempre sou eu
Mas o malandro morreu
Mas quem matou não fui eu

Maloqueiro sou eu
O errado sempre sou eu
Mas o malandro morreu
Mas quem matou não fui eu

Eu não sou marginal, não sou ladrão de varal
Nunca roubei 1 real, apenas fumo um brown
Não curto policial, que só quer ver o meu mau
Vou te falar a real, não sou nenhum paga-pau

Se você quer me prender coloque logo a algema
Um inocente na papuda encobre todo o esquema
Revide corrupção, exterminando os irmão
É hora da reação então tome a decisão

É...

Seu delega me diz que é o Maloqueiro
O cara de abarreda ou o gambé fuleiro
Por causa do meu estilo, moleque sobrou pra mim
Eu sou suspeito de um crime que não cometi

(Refrão)
Maloqueiro sou eu
O errado sempre sou eu
Mas o malandro morreu
Mas quem matou não fui eu

Maloqueiro sou eu
O errado sempre sou eu
Mas o malandro morreu
Mas quem matou não fui eu

Quer que eu assine o BO eu não sou mais de menor
Eu não vou assumir só, se eu assinar é pior
Muleque num teve dó, deixou ele só o pó
Falar verdade é melhor, gambé só sabe dar nó

A palavra do maluco é bem mais forte que eu
Mas o vizinho ta ligado que quem matou não fui eu
E diz que é queima de arquivo, é menos mala vivo
Que gosta de levar tiro, que nada volta o disco

Sou doido maluco na queda, sou mala esperto vivo na favela
Escapo dos tiros, corre da polícia, se não devo nada é sempre notícia
Brincou com cabrito então é bembem, não confie em ninguém
Muleque folgado em toda quebrada tem tem tem

Então se liga seu delega e olha o que você diz
Eu gosto do meu estilo assim me sinto feliz
Vocês me chamam de peba, ficam tirando a favela
Mas o bandido tá de farda e não de aba reta

(Refrão)
Maloqueiro sou eu
O errado sempre sou eu
Mas o malandro morreu
Mas quem matou não fui eu

Maloqueiro sou eu
O errado sempre sou eu
Mas o malandro morreu
Mas quem matou não fui eu

Sou maloqueiro, sou maloqueiro, sou maloqueiro, sou maloqueiro
Sou maloqueiro, sou maloqueiro, sou maloqueiro, sou maloqueiro

7.740 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais