exibições 1.371

Há sempre um vulto de mulher
Sorrindo
Em desprezo a nossa mágoa
Que nos enche os olhos d'água!
Pierrot,
Pierrot,
Teu destino tão lindo
É sofrer
É chorar toda a vida
Por amor do amor,
Do amor,
Do amor!
Arranca a máscara da face,
Pierrot,
Para sorrir
Do amor
Que passou...

Composição: Joubert de Carvalho/paschoal Carlos Magno · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por lemeilleur
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.
Terra Música
feedback