Maria

O Rappa

exibições 57.280

Noves fora a lógica
Se bateria é a nossa mágica
Eu escolho o juízo
Da alegria, do céu ao precipício
Minha canção é coisa séria
Um verdadeiro comício
Se o suingue é meu vício
Bato tambor, desde o início
Nosso som não tem cor
Nosso som não tem briga
Vejo as favelas todas elas unidas
Nosso som não tem cor
Nosso som não tem briga
E no meu sonho vejo as favelas unidas
Vejo as favelas todas elas unidas
Nosso som não é barulho
Nosso grito é aviso
Esquecido no entulho
Do folião sem juízo
Não vem do plugue a energia
Tô na moral, não tem idéia
Tô na moral, não tem flagrante
Tô na moral, não tem idéia
Tô na moral, é coisa séria
Tô em cima, tô embaixo
Trabalhador é coisa séria, é coisa séria
Mas se um dia a festa terminar
Hei de louvar sempre a harmonia
Meu coração é pulsação, e meu guia
Nunca esquecida, minha mão de Maria

Composição: Marcelo Lobato / Marcos Lobato · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por sttark
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.
Terra Música feedback