Quando a Fé Ruge

O Teatro Mágico

exibições 76.319

Se é na sutileza,
Que reside a exuberância.
Busco ressonância,
...nos ideais do amor.
Liquidificaram,
As relações da lida.
Não há mais-valia
Há agonia, há temor.

Quem de pé ficará?
Se a luta acomodar
Diga quem nos dirá?
Quem viver, provará!

Nossa emancipação!
Nossa emancipação!

Parece que enferrujou,
A bala perdida que me alcança
A ferradura que me calça,
A alça, a lança tranca,
A resistência necessária

Oxidou,
A ponte, a fonte,
A chance de fundir o que rachou
E difundir pra gerações
A demanda do mundo é amar!

Quem de pé ficará?
Se a luta acomodar
Diga quem nos dirá?
Quem viver, provará!

Nossa emancipação!
Nossa emancipação!

Quando há ferrugem, no meu coração de lata!
Quando há ferrugem, no meu coração de lata!
É quando a fé ruge, e o meu coração dilata!
É quando a fé ruge, e o meu coração dilata!

Composição: Fernando Anitelli · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por ViiH, Legendado por Ana Paula
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.
Terra Música feedback