Esperança

Os Arrais

exibições 65.834

Que miserável homem que sou, que me tornei
Mendigo o pão que antes sobrava e que era meu
No desapontamento a esperança nasce
E vivo o presente independentemente do que passou

Pois se tudo mudou
E em Cristo eu sou mais do que sou
Pra trás eu deixo o homem que fui
E as casas que eu construí longe de Ti
Se tudo mudou eu abro as velas da embarcação
Na esperança que pela manhã
Avistarei o porto onde te encontrarei

Como um refugiado deixando seu país
Fugindo pela noite sem conseguir dormir
Confiando na promessa que o pranto toma a noite
Mas logo vem o dia, e gritos de alegria ecoarão!

Se a chuva me alcançar e o barco revirar
Que eu acorde em terra firme lá

Composição: André Arrais · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por joy, Legendado por bia e Natalie
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.
Terra Música feedback