Mulher Nota 1000

Os Primos de Odete

Minha vida é trapaceira vejam só a brincadeira

Que um dia eu fui cair

Conheci uma loiraça que com toda sua graça

Não deixava eu dormir

Seus cabelos eram longos o seu corpo um estrondo

Detonava ao passar

Com a bunda empinadinha eu dizia: ela é minha

Com ela quero ficar

Minha chama sempre acesa percebia com clareza

Que ela era de arrasar

Os olhos dessa princesa eram verdes natureza

tinha um brilho no olhar

Lhe dei um buquê de flores o meu disco do Ramones

E o meu zippo importado

Lhe fiz várias serenatas, terminei com a Renata

E firmei-me do seu lado

Foi quando me apaixonei e um dia acreditei

Que ela era nota 1000, mil, mil, mil

Quando eu me deitei com ela

Foi que eu vi que ela era

A mais feia do Brasil

Ela foi tirando a blusa, foi então que a peruca

Juntoa blusa se saiu

E na hora da bermuda sua bunda de espuma

No meu pé quase caiu

Debaixo da maquiagem foi que eu vi a sacanagem

Que a feiosa aprontou

Tudo era falsificado, até lente de contato a feiósa colocou

E por isso a minha vida nesta hora é tão sofrida

Não tenho ninguém prá amar

A bandida da loiraça era a musa da trapaça

Conseguiu me enganar...

Foi quando eu me toquei, eu logo imaginei

Tinha um volume enorme, ai ai ai

Que triste sina a minha, pois debaixo da calcinha

A loiraça era homem..

Composição: Dylon Rick · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Odilon
759 exibições
Ver mais fotos

Comentários


Quem curte?

Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais