Casa Assombrada

Oswaldo Montenegro

exibições 1.940

Velha casa assombrada muros por se pintar
Range o porão antigo ninguém mais chega lá
Velha Maria Louca assombrando de noite
Os moleques da vizinhança jogando bola, zombando
Ê h Maria, 'cê não me pega com a gente 'cê não sossega jamais
Dizem os mais antigos Ter sido a tal Maria
A flor quando a juventude ainda dava a ilusão
De que o tempo ainda cuidava do amor
Dizem que no quintal Maria cultiva flores
Frutas as mais cuidadas rosas de muitas cores
Dizem pos a ninguém quis mostrar seu tesouro
E o tempo naquela casa passou ausente dos seres humanos
Com exceção dos moleques jogando bola de pano
Mas quando Maria deixou a velha casa assombrada
Com muito espanto é que viram quintal com campo e baliza
Pra molecada brincar

Me fazendo escravo
Do que eu mais possuo
O sol castigando
E eu desesperado
Te peço desculpas
Pelo corpo sujo
Pela mão barrenta
Com que te rasquei

0 comentários
Terra Música feedback