Letras de músicas - Letras.mus.br

Furioso

Pacificadores

Furioso.. furioso.. furioso.. furioso.. furioso.. furioso..
Tipo furiooooooso

[Refrão]:

To na fúria, to na fúria, to na fúria, to na fúria, to na fúria, to na fúria, to na fúria vei, tipo furiooooso
To na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria vei tipo furiooooso

[Verso 1]:

Neurótico abalado, muito nervoso, tipo acuado como um rato
Furioso (furioooso)
Que nada nada da certo pra mim tá tudo errado
A malandragem da quebrada só que ver o próprio lado
Mas a vida de bandido da alegria e prejuízo
No meio da malandragem, ninguem tem amigo
A mina faz casinho, um mano aqui tapando o outro
Essa é a escada pra vida, ou um buraco pro morto
To no sufoco, to louco, furioso
Só vejo ódio vingança desejo de matar
Quando será que essa guerra vai terminar
Quem vai me falar
Todos querem ser malandro na terra da malandragem
Mas malandro demais, se atrapalha
E como toda automática
Uma hora o gatilho falha
E essa falha compromete a sua vida
Mais vale um covarde vivo
Do que um herói na pista
Isso me deixa na neurose, o sangue sobe pro olho
To indignado raivoso tipo furioso, furioso, furioso.. furioooooso

[Refrão]:

To na fúria, to na fúria, to na fúria, to na fúria, to na fúria, to na fúria, to na fúria vei, tipo furiooooso
To na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria vei tipo furiooooso

[Verso 2]:

Eu to na fúria vei, eu estou na neurose
Eu não fumei eu não cheirei eu quero tomar uma dose
A depressão me pegou, eu quero me controlar mas não consigo não da certo
Eu acho que vou chorar, que porra é éssa, que lombra o corpo está tremendo
Alucinado lombrado, as vistas escurecendo
Pra acabar minha fúria, eu estou ligado
Um tarja preta daqueles rémedio controlado
Me amarraram na cama, eu estou nervoso
Quebrei tudo na minha casa tipo furioso (furiooooso)
Dependente da droga, ficar sem ela nem róla
Doido pra cheirar, beber vei, ou dar uma bola
Estou perdendo o controle a paciência sumiu
Se torrar demais, mando pra puta que pariu
Disco novo, catalogado, eu vou fumar, ficar legal
Se não me controlo, controlo o cartão
Dentro do banheiro e tal
Passo mal mas quero mais, to morrendo mais quero mais
Se não morrer pela overdose as tretas me jogam pra traaaaaaaaaas.

[Refrão]:

To na fúria, to na fúria, to na fúria, to na fúria, to na fúria, to na fúria, to na fúria vei, tipo furiooooso
To na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria vei tipo furiooooso

[Verso 3]:

Quem sou eu o caralho, eu não sei nem quem sou
Na rua me tiram de tempo, minha família me abandonou
Não devia ter nascido, minha mãe tentou um aborto
Não queria me ver vivenci um feto no esgoto
Eu fui crescendo assustado, tipo um bicho acuado
A vida me ensinou a ser um cara revoltado
Sem nada pra comer, sem escola, sem afeto
A rua me ensina, me espelho em quem ta perto
Cometendo 157, viciado no pó branco
Meu sonho de infância, assalto a banco
Sem medo de morrer, não ligo mais pra nada
Furioso até a alma, aterrorizando a quebradaaaaaa.

[Refrão]:

To na fúria, to na fúria, to na fúria, to na fúria, to na fúria, to na fúria, to na fúria vei, tipo furiooooso
To na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria (furioso) to na fúria vei tipo furiooooso

7.387 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais