Fogo

Projota

Eu sempre tive um objetivo só, ser feliz
O ser humano que faz larga na frente do que diz
O ser humano que mata matará, o que mente mentirá
O que muito mata e mente, o mundo arrebatará
Busquei, a verdade pelas ruas
De um milhão de sentenças as verdades são duas
Você vai morrer, não existe paz
As outras verdades são mentiras bem contadas demais
O mundo gira, gira
Do embrião que nasce amor, também nasce a ira
A vida te trairá, seu corpo então cairá
Sinceridade no olhar é isso que as mina pira
E faz os mano pira, algum vai vim te tirá
O tempo sabe das coisas, deixa que o tempo dirá
Quer ver o jogo virar, mais esse jogo é eterno
Ser julgado de que jeito se tu já ta no inferno
E me julga perdedor, diz que quer ver o meu fim
O que na sua infância te fez arrogante assim?
Já que Deus é o juiz e ele não amarela
Quem julga será julgado, a gente se vê na sela

(Então)
Pode falar, pode dizer
Pode xingar, pode bater
Porque a vida me deu fogo, mas não vou queimar você
A vida me deu fogo, mas não vou queimar você

(Então)
Pode gritar, pode fazer
Pode matar, pode morrer
Porque a vida me deu fogo. mas não vou queimar você
A vida me deu fogo, mas não vou queimar você

Meu mano pelo amor, tô na luta pela cor, só ver pela dor
Que a gente sentiu, vai se estressa com os péla, pô?
Piscina de bacia, no tanque ou na pia
Nem tinha visto a bolsa, mas vi o racismo da vadia
Engole essa porra, senta na sala
Assisti na TV o marginal que te abala
E agora quem protege? Meu rap te cala
Seu filho ouve mais meu som do que as merda que tu fala
Não sou melhor que ninguém, nem pior viu, meu bem?
Meu suor, me fez quem sou de coração
Pulo minha catraca e quer palpita direção?
Minha vida eu dirijo, espera o próximo busão
À veiz, parece que o mundo ta contra mim
Que sempre desconta em mim
Minha vida desmonta enfim
Me sinto como um Abel nadando em num mar de Caim
Alma inflama, guenguidama, força super Sayajyn

Truta, mais festa no país do carnaval que se afunda
Mais côrte pra de onde a raça é oriunda
Profunda luta pela minha gente
Pra que o país da bunda se torne o pais da mente

(Então)
Pode falar, pode dizer
Pode xingar, pode bater
Porque a vida me deu fogo, mas não vou queimar você
A vida me deu fogo, mas não vou queimar você

(Então)
Pode gritar, pode fazer
Pode matar, pode morrer
Porque a vida me deu fogo. mas não vou queimar você,
A vida me deu fogo, mas não vou queimar você.

55.542 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais