Letras de músicas - Letras.mus.br

Tal a aurora iluminando os campos
Num negaceio com a madrugada...
Luz que ofusca o lume dos pirilampos
Assim são teus olhos, minha amada.

Assim são teus olhos, minha amada,
Tal a aurora iluminando os campos!

O teu olhar renova a esperança
Na fé que busca um dia melhor,
Adoçando a lida rude da estância
Quando a boca salga de poeira e suor.

Quando a boca salga de poeira e suor,
O teu olhar renova a esperança!

Quando estás longe dos meus olhos tristes
A saudade com um sovéu forte me amarra.
O que me livra é o amor que existe
Pensando em ti dedilho a guitarra.

Pensando em ti dedilho a guitarra,
Quando estás longe dos meus olhos tristes.

Se a lida é dura e a sorte anda esquiva
Teus olhos dão confiança aos meus planos,
Aperto um verde de erva nativa
Fico mais forte no correr dos anos...

Fico mais forte no correr dos anos,
Se a lida é dura e a sorte anda esquiva.

No mate do estribo o teu beijo quente.
A tropa pronta chama pra partir...
O êra boi! Se torna mais dolente,
A alma entristece neste prosseguir.

A alma entristece neste prosseguir.
No mate do estribo o teu beijo quente.

Composição: ramiro amorim · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Felipe
3.231 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais