Linhas Inimigas

Rashid

Marchem (8x)

Meu cuturno cheio de lama,
Me sinto Malcom X e Osama em um só
Disposto a defender minha bandana,
Desde que posto aqui, aceso a chama
Meu uniforme pesa uma nação, minha flâmula é minha cama
A metranca é minha dama aqui,
Em nome da honra, só volto pra casa quando o último deles cair,
Dividi vida por cartucho,
Se o mal não descana, não sou eu que vou me dar à esse luxo
Preparo, miro e puxo um pouco desse ar pesado,
Sem desviar o foco, enviado pro bem e pro mal,
Basta motivação, hoje meus sonhos é que me importam,
Os dos outros que agonizem pelo chão
Eu vim até aqui pra cobrar vidas e relutar,
Resistir sem voltar, desistir? Nem pensar!
Invadir, Dominar!
Me desculpa a sinceridade,
Mas alguém tem que perder pro meu time ganhar.
E agora é a nossa vez,
A miséria é problema nosso e nós somos o maior problema de vocês
Com seus plays dois ou três,
Não tiveram metade
Do que as ruas me deram pra ser homem de verdade
Ser soldado de verdade mano, na frente
Sem ter como retroceder pensando: "è quente!".
Eu tenho um plano, sem água nem comida, vamo!
No lugar disso levem balas, porque as balas causam mais dano.
Quantos quiseram ser maior? Ou quiseram ser melhor?
Quantos que eram de menor, e vieram do pior?
São meus iguais
Querendo a dignidade de volta até nos ensinarem que a grana valia mais.
Além do orgulho guerreiro...
Nem sempre há dia onde há guerra,
Mas sempre há guerra onde há dinheiro, e fama em demasia.
Só que minha causa é bem maior e isso tá além da sua vã filosofia!

33.727 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais