Letras de músicas - Letras.mus.br

A favela chora

Realidade Cruel

Se segura na cadeira "REALIDADE" tá de volta
Empunho a bandeira honrosamente traz a glória
Pra quem anciosamente aguardou por 4 anos
Foram longas caminhadas mas por Deus aqui estamos
E juntos lado-a-lado mesmo na dificuldade
E quantas vezes atormentados pela sombra da maldade
Em verdade um dia tive o coração no crime
A mente acelerada pra explodir a cena é triste
Só eu sei oque passei várias noites,madrugadas
Sentindo o orvalho na pele ,a mão gelada
Por dentro só rancor amargura infinita
um DAVI sem ter amor derrotando um GOLÍAS por dia
Almejei também quem não gostaria
Vários carros na garagem ,mansão com piscina
È assim quantos que não vi igual à mim
Que sonharam muito mais e anteciparam o fim
Chorei pelas almas daqueles que partiram
De forma inocente deixando somente prus filhos
O sobrenome e a lembrança de um pai
Que nos corres tenta a sorte nem sequer vai voltar mais
Bicho feio,o céu escureceu e caiu raios
O irmão ali ligou óó...

"Deus deve estar zangado,
uma par de fita besta uma par de cara hipócrita
que olha pra vc,que murmura e que roda
pique meio julgando como se fosse o Mestre
maquinando o que cê tem,o que cê ganha,oque cê deve
o carro que vc dirije o tênis que cê calça
se o celular tem chipe pra atacar sua calma
olha pra vc veja só cê num intende
que hoje tá pior,bem pior que antigamente
tem mina indo pra cama pra depois ir fumar cráck
com corpo de criança e 11 na identidade
muleke nos cortiço de bermuda aveludada
de toca na cabeça e na cinta umas quadradas..."

Irmão eu tô ligado o bagulho tá mó zica
Ocê num tá errado leio as santas palavras da Bíblia
Todos os dias olho pro céu e ainda penso
Meus filhos vão crescer nesse mar de sofrimento
É polícia que extermina,corrupção ,politica
Cifras que corrompem a balança da justiça

"Ei podridão infelizmente eu sei bem,o
Diabo te da mão pra depois te tomar oque cê tem"

E veja bem não é conversa nem paródia
Eu que já tive na mira de tiro da ROTA
Posso te falar que hoje não me encanta tanto
Os BULLOVA ,os cordão de ouro branco ,
Os pião de criminoso, de whiske e energético
Glóck entupetada no bolso, outro incrédulo.

[Refrão]
Infelizmente veja só com é que é as favela chora
Se tem fuzil sobre os tripé e tem criança morta
Eu sei que é foda, o inimigo não tem piedade
Mata na crocodilagem com ódio e crueldade
E na verdade tinha que ser diferente
O RAP veio pra denunciar ,bater de frente
Não importa se eles vão falar que nóis é apologia
Ainda tem sangue voando nos pára-brisa...

Dá licença aqui da palavra da licença,
A mina que não tem meias palavras da licença
Eu não sou daquelas que cê vê de silicone
De bunda empinada dentro das LAND ROVERS
De cheque especial de brinco e gargantilha
Com jóias de cristal e contas na SUIÇA
Eu não sou, sou apenas mais uma que vem do crime
Com sede de justiça e na veia correndo apetite
Disposição prus BANG de mil grau
Envolvida de coração e não pelo vil metal
Vi mortes ,parceiros que jogaram a vida pro alto
E acabaram com os crânios furados no asfalto
Ostentação que conduz de forma mágica
Morrer outro irmão sem JESUS de forma trágica
Louca,vida louca ,vida bela ,bela vida
O que um dia foi SODOMA hoje é periferia
Pelo amor,aos 4 cantos é orgia e luxúria
Só terror e daqui de baixo ainda vejo a lua
Da favela como lampada em meio a madrugada
O jornal que cobre a criança em cima da calçada
É o mesmo que infelizmente vem e traz noticia...

"- Show na praça da SÉ termina em selvageria"
Presta atenção vagabundo que o sistema quer te ver
Dentro da cova ou então quer te ver de algema
É muita trêta mais cê num intendi o propósito
Que no final da cena não tem jogador de PÓLO
Nem sequer socialigth ,executivo ou herdeiro
Caminhando pela paz em pról dos favelado ou dos preto
São reféns do capital acumulado
É camera 24 horas ,carro blindado
Aqui no inferno héliporto e táxi aéreo
Pra não ver o próprio sangue tingindo o concreto
Pelo muleke de oitão que sem dó puxa o gatilho
Na reta do seu coração,na frente do seu filho
Diz pra mim se não é melhor TÊNIS em
ROLLAND GARROS com dinheiro da obra super faturada
Pra depois aparecer com advogado rindo no jornal
Conduzido a cárceragem da POLÌCIA FEDERAL
Tomar café e sair fora com HÁBIAS CORPUS concedido
E depois presentear com carro e moto o juíz corrompido
É mesmo incrível e eu nem sei como é que é
Apenas oque digo é que tamo ai de pé
Cada vez mais CRUEL com fúria no raciocínio...
"- Se segura na cadeira que aqui o abalo sísmico"
Tá de volta, tá no ar e veio pra devastar...
"- Mais tenebroso que rajada de AK"
Não importa se eles vão falar que o RAP é apologia
Ainda tem sangue voando nos pára-brisa...

[Refrão 2x]
Infelizmente veja só com é que é as favela chora
Se tem fuzil sobre os tripé e tem criança morta
Eu sei que é foda, o inimigo não tem piedade
Mata na crocodilagem com ódio e crueldade
E na verdade tinha que ser diferente
O RAP veio pra denunciar ,bater de frente
Não importa se eles vão falar que nóis é apologia
Ainda tem sangue voando nos pára-brisa...

Composição: Douglas / Flagrante / Carol · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Flávio
Legendado por subzero132
47.702 exibições
Ver mais fotos
  1. Quem Sabe Um Dia
  2. Depoimento De Um Viciado
  3. O Resgate
  4. Resgate
  5. Refém da Amnésia
  6. Ao Menos Uma Vez
  7. Dia De Visita
  8. Tarde Demais
  9. Vale da Escuridão
  10. Entre O Amor E O Ódio
  11. Gangsta Rap Nacional
  12. No Final do Arco Íris
  13. Triste vingança
  14. Vale da escuridão Parte 2
  15. Reflexões Momentâneas
  16. Amor Bandido
  17. Deus É do Gueto
  18. Quando O Tiro Do Fuzil Disparar
  19. A favela chora
  20. 1 Deus 2 Ladrões
  21. Liga nóis
  22. Você Dizia Que Amava o Rap Como Eu
  23. Olha Lá Quem Vem
  24. Mais Cruel Do Que Nunca
  25. A Trilha Sonora do Guetto
  26. Morador di favela
  27. Brinquedo maldito.
  28. Jardins de aço
  1. O Crime Não é Creme
  2. Saudade
  3. Quem Vê Cara Não Vê Coração
  4. Sinal da cruz
  5. Realidade Cruel
  6. Mesmo assim
  7. Sentimento
  8. Quem É Você?
  9. Atrás das grades de sangue
  10. Não Me Leve a Mal
  11. Camburão Negreiro
  12. Entre balas e rosas
  13. Dos Barracos De Madeirite, Aos Palácios De Platina
  14. Deixa O Menino Brincar
  15. Colibri
  16. Terra Sem Lei
  17. Bandido Mal
  18. Demonio de Farda
  19. Enquanto a Guerra Não Parar
  20. Tsunami
  21. Até os gladiador chorou
  22. Tristes Recordações
  23. É Nós Mesmo Vagabundo
  24. Nos Calabouços do Ódio
  25. Amanhecendo No Apocalipse
  26. A Vida Como Ela É
  27. O Terrorista
  28. Entre O Inferno E O Céu
  1. Aqui é favela
  2. O bonde
  3. Deus do Céu, o Sinal da Cruz
  4. Por Que Que Você Não Fez Te Amar
  5. Mil Razões
  6. O Rap Treme O Chão
  7. Filme Triste
  8. Pesadão
  9. Campo Minado
  10. A Selva Não É De Brinquedo
  11. O Amor Petrificado no Ódio Part. Guerreiro Vitor
  12. Só Sangue Bom
  13. Efeito Colateral
  14. Barulho Conhecido
  15. Liberdade (Dia de Visita)
  16. Simples Homicidio
  17. Passa A Bola
  18. UTI
  19. Ritual de Sangue
  20. Dia de Visita
  21. Depoimento de um viciado
  22. De Ouvido a Ouvido
  23. Depoimento de Um Viciado
  24. Pede Pá Cola
  25. Bailes lotados
  26. Tira o Pé da Lama
  27. Só Sangue Bom (Parte 2)
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais