Letras de músicas - Letras.mus.br

O Resgate

Realidade Cruel

Olhei pra traz percebi
Quanto tempo perdi
Agora que por ti
Declamo meu amor e por favor
Não faça desse puro sentimento
Um dia se tornar fel ou doce veneno
De tanto sofrimento que a vida me ofertou
Eu agradeço ao senhor pela dignidade
Embora quem achou que minha derrota na verdade
Era a humilhação de te encontrar atrás das grades
Se enganou
Sou filha do príncipe dos exércitos
Aquele que do céu estremeceu o inferno
Então não tem nada que possa me parar ou me deter
A justiça do homem por você
Pra lá de piedosa foi
Agora eu sei
O quanto que marcou em mim
Quase morri, pois bem
E agora eu vou
E seja como for eu vou com a alma
Porque pra nossa vitória ninguém bate palmas
Lembro sim do seu rosto feliz, sorrindo
As cartas de amor com carinho

Hey, minha princesa, meu céu, minha lua
Por ti sou capaz de agarrar o sol com a unha
E nunca se esqueça que te quero para sempre
Pois você é minha riqueza
Minha flor do oriente
Todo esse veneno um dia vai acabar
Estando ao seu lado para sempre eu vou te amar

Enxugue as lágrimas que escorrem no rosto
Meu amor por você não é pouco
Se for preciso eu dou minha vida por ti
Sou capaz de morrer

Enxugue as lágrimas que escorrem no rosto
Meu amor por você não é pouco
Se for preciso eu dou minha vida por ti
Sou capaz de morrer

Condenado a 17, tirando 2 e meio
Com 6 eu vinha embora
Matemática de preso é assim
E o juiz sem ter dó, insensível
Me ripô em mais 18 somando 35
Semi-aberto quem sabe daqui uns 10 no mundão
Velho estarei embora pela solidão
De não tê-la aqui comigo diariamente
Não digo em espírito, mas corpo presente

Amor, não esquenta, é só questão de tempo
Se o sistema quis assim vou caminhando contra o vento
E com esse armamento e muita disposição
Mês de maio, sexta-feira
O plantão é favorável
Ou seja mais tranquilo pra embocar
Com os carros de frente pra muralha e metralhar
De pente israelense ou belga, não importa
Enquanto aí de dentro você comanda a ação pra fora
Cata uns três reféns pega a chave e vai subindo que
Não tem pra ninguém, seu resgate vai ser lindo
Depois um novo documento pra você
Enterrar o seu passado
Voltar a viver
Esquecer todo esse inferno
Apagar toda a mágoa
Enxugar as lágrimas
Se banhar nas águas sagradas do mar
Para abençoar o nosso amor
Aí para sempre eu vou te amar

Enxugue as lágrimas que escorrem no rosto
Meu amor por você não e pouco
Se for preciso eu dou minha vida por ti
Sou capaz de morrer

Enxugue as lágrimas que escorrem no rosto
Meu amor por você não é pouco
Se for preciso eu dou minha vida por ti
Sou capaz de morrer

Chegou o dia olhei pro céu, fiz uma oração
Me arrumei, peguei o carro e parti para a missão
Me encontrei com seus parceiros, revemos todo plano
Não ia ter outro jeito, tinha que chegar atirando
Conforme o combinado
Dia e horário marcado
Sem atraso pra não dar nada errado
O amor é mesmo incrível
Só por ti que aqui estou
De repente após os tiros o alarme ecoou
E da muralha percebi um Charles Bronson disparando
Na nossa direção e um de nós que foi tombando
Baleado manchando toda a lateral do Astra
Ó meus anjos que vem do céu, me cubram com suas asas
E não deixa nem sequer uma bala atravessar o meu amor
Que do outro lado esta prestes a me encontrar
Tudo tomado, um ferido, os portões foram se abrindo
E quando vi você de calça amarela saindo
Com refém e seus comparsas prontos pra dar fuga
E de repente eu nunca vi na minha frente tanta viatura
Ó, meu senhor, me ilumina nesta hora
Em nome do louvor
Pra quem te exaltou na glória
Te abracei como nunca antes tinha abraçado
Se esse era o sonho, enfim tinha conquistado
Senti no teu olhar um tom de felicidade
Em meio à cena triste, o ar da liberdade
Tanto que eu sonhei, só agora eu entendo
Que estar aqui sim por você teve um preço
Mas não imaginava que muito me custaria
Nem sequer sonhar que pagaria com a vida
Agora é tarde e o mundo é testemunha
Que por amor eu fui capaz dessa loucura
Ainda pude ver até mesmo pude ouvir
O suspiro você me beijando fez sentir
Quando escutei vários tiros e mais nada
Minha vista escurecendo, minha blusa ensanguentada
Eu ali no chão e as lágrimas descendo
A bala que furou minhas costas atravessou seu peito
Seu coração que aos poucos foi parando
Seus olhos que brilhavam se fechando
Por ti dei minha vida, valeu a pena sonhar
Quem sabe lá no céu eu possa te amar

Enxugue as lágrimas que escorrem no rosto
Meu amor por você não é pouco
Se for preciso eu dou minha vida por ti
Sou capaz de morrer

Enxugue as lágrimas que escorrem no rosto
Meu amor por você não é pouco
Se for preciso eu dou minha vida por ti
Sou capaz de morrer

Composição: Sabe quem é o compositor? Envie pra gente.
Enviada por Gabriel
Legendado por gyhr e alxsinistro
285.435 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais