Letras de músicas - Letras.mus.br

Dos Barracos De Madeirite, Aos Palácios De Platina

Realidade Cruel

Com a permissão do mestre supremo eis que aqui estamos novamente guiados, pela sede de justiça.

Em nome da verdade, em nome das famílias que ainda clamam por paz ao lembrarem dos entes que se foram em meio a essa guerra sangrenta que sobrevivemos
A favela chora, o morro chora, a periferia chora. Lágrimas que lenço algum consegue secar, a ferida está aberta, não foi estancada, o antídoto é desconhecido por muitos e a cura é um sonho distante pra esse vírus chamado sistema implacável. Clamei ao rei dos céus, por dias menos violentos, mas minhas súplicas ainda não foram suficientes.

A onde você está? Com o que, que você sonha?Carro bom, casa nervosa, jóias, mulheres? Discurso redundante né? Muitas das vezes já disseram que o próprio rap é redundante, mas o que, que não é? Diz pra mim o que de fato é.

Quantos moleques na vida do crime, quantas famílias na vida do crime, quantos policiais na vida do crime, quantas autoridades na vida do crime, sem dizer dos políticos que sobrevivem e vivem com a vida do crime!

Tive vontade de um dia, de parar com tudo isso ó meu, com essa vida loca, mas de que jeito? Se não sou a solução será que sou eu o problema? Ou se não sou o problema, será que está em mim a solução?Complexo, muito complexo!

E de complexos em complexos, minha voz atravessa alambrados, ruas, grades, em nome daqueles que acreditam em num amanhã melhor, num amanhã de menos cadáveres, num amanhã de menos violência, num amanhã de mais paz.

É chegado o momento da mudança, mudança comportamental, racional, espiritual e porque não lógica. Pega sua vestimenta de guerra e se arma, mas se arma mesmo de coragem, pois o espírito gladiador que ah em você, nesse exato momento aflora pronto pra batalha, em humildes barracos de madeirite, aos ilustres palácios de platina, o tsuname em forma de trilha sonora, ecoará, trazendo a tona o impiedoso esquartejamento do sistema nos calabouços do ódio, é bem por aí realidade cruel.

Composição: Realidade Cruel · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Fábio
  • Enviar legenda
  • Cifra
  • Ouvir música
  • Fotos
  • Vídeos
  • Imprimir
  • Corrigir
  • Enviar letra para...
12.365 exibições
Ver mais fotos
  1. Quem Sabe Um Dia
  2. Depoimento De Um Viciado
  3. O Resgate
  4. Resgate
  5. Refém da Amnésia
  6. Ao Menos Uma Vez
  7. Dia De Visita
  8. Vale da Escuridão
  9. Tarde Demais
  10. Entre O Amor E O Ódio
  11. Triste vingança
  12. Gangsta Rap Nacional
  13. A favela chora
  14. 1 Deus 2 Ladrões
  15. Reflexões Momentâneas
  16. Vale da escuridão Parte 2
  17. Amor Bandido
  18. No Final do Arco Íris
  19. Deus É do Gueto
  20. Quando O Tiro Do Fuzil Disparar
  21. Liga nóis
  22. Olha Lá Quem Vem
  23. Realidade Cruel
  24. A Trilha Sonora do Guetto
  25. Não Me Leve a Mal
  26. Mais Cruel Do Que Nunca
  27. Deixa O Menino Brincar
  28. O Crime Não é Creme
  1. Quem Vê Cara Não Vê Coração
  2. Você Dizia Que Amava o Rap Como Eu
  3. Jardins de aço
  4. Brinquedo maldito.
  5. Entre balas e rosas
  6. Terra Sem Lei
  7. Sentimento
  8. Saudade
  9. Morador di favela
  10. Bandido Mal
  11. Colibri
  12. Demonio de Farda
  13. A Vida Como Ela É
  14. Atrás das grades de sangue
  15. Até os gladiador chorou
  16. Sinal da cruz
  17. Camburão Negreiro
  18. É Nós Mesmo Vagabundo
  19. Quem É Você?
  20. Mesmo assim
  21. Dos Barracos De Madeirite, Aos Palácios De Platina
  22. Enquanto a Guerra Não Parar
  23. Entre O Inferno E O Céu
  24. Tristes Recordações
  25. O bonde
  26. Nos Calabouços do Ódio
  27. Pesadão
  28. Aqui é favela
  1. O Terrorista
  2. Amanhecendo No Apocalipse
  3. Mil Razões
  4. Deus do Céu, o Sinal da Cruz
  5. Tsunami
  6. Por Que Que Você Não Fez Te Amar
  7. Campo Minado
  8. Liberdade (Dia de Visita)
  9. O Rap Treme O Chão
  10. Filme Triste
  11. Bailes lotados
  12. Ritual de Sangue
  13. Efeito Colateral
  14. Pede Pá Cola
  15. Só Sangue Bom
  16. Passa A Bola
  17. Tira o Pé da Lama
  18. De Ouvido a Ouvido
  19. UTI
  20. Barulho Conhecido
  21. Simples Homicidio
  22. A Selva Não É De Brinquedo
  23. Só Sangue Bom (Parte 2)
  24. O Amor Petrificado no Ódio Part. Guerreiro Vitor
  25. Dia de Visita
  26. Depoimento de um viciado
  27. Depoimento de Um Viciado
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais