exibições 8.234

Madrugada toda é agonia, já é quase um novo dia
Outra vez ela judia, Deus do céu que covardia
Ela não veio (ela não veio)
Lua branca, Lua encantada, que clareia a madrugada
Estou chorando na calçada o beijo da mulher amada
Que não veio (Que não veio)

Bate o desespero já não sei o que fazer
Daqui a pouco um novo dia vai nascer e eu aqui sem ela
Preciso me conter, me dominar
Pra quando o dia clarear
Ninguém me ver nesse chorar aqui por ela

Lua daqui a pouco vai embora
Diz pra Deus Nossa Senhora
Que a saudade me devora aqui sem ela

Lua daqui a pouco vai embora
Diz pra Deus Nossa Senhora
Que a saudade me devora aqui sem ela

Coração bate no peito com a força de um tambor
Tudo isso é saudade, saudade do meu amor
Diz que vem e nunca veio, deixa sempre sem ninguém
Chorando na calçada

Quando um grande amor acaba a gente chora
A gente ama, louco pela madrugada
Coração toma juízo e aceite a realidade
Dê um basta nesse amor, chega de tanta saudade
Coração finge de mudo, sempre dá uma de surdo
Quando o assunto é esse amor
Meu coração só inventa, não sei como a gente aguenta
Um dia a corda arrebenta e a gente morre de amor

Madrugada toda é agonia, já é quase um novo dia
Outra vez ela judia, Deus do céu que covardia
Ela não veio (ela não veio)
Lua branca, Lua encantada, que clareia a madrugada
Estou chorando na calçada o beijo da mulher amada
Que não veio (Que não veio)

Bate o desespero já não sei o que fazer
Daqui a pouco um novo dia vai nascer e eu aqui sem ela
Preciso me conter, me dominar
Pra quando o dia clarear
Ninguém me ver nesse chorar aqui por ela

Lua daqui a pouco vai embora
Diz pra Deus Nossa Senhora
Que a saudade me devora aqui sem ela

Lua daqui a pouco vai embora
Diz pra Deus Nossa Senhora
Que a saudade me devora aqui sem ela

Coração bate no peito com a força de um tambor
Tudo isso é saudade, saudade do meu amor
Diz que vem e nunca veio, deixa sempre sem ninguém
Chorando na calçada

Quando um grande amor acaba a gente chora
A gente ama, louco pela madrugada
Coração toma juízo e aceite a realidade
Dê um basta nesse amor, chega de tanta saudade
Coração finge de mudo, sempre dá uma de surdo
Quando o assunto é esse amor
Meu coração só inventa, não sei como a gente aguenta
Um dia a corda arrebenta e a gente morre de amor

Coração finge de mudo, sempre dá uma de surdo
Quando o assunto é esse amor.
Meu coração só inventa, não sei como a gente aguenta
Um dia a corda arrebenta e a gente morre de amor

Terra Música
feedback