Anel Brilhante

Roberta Miranda

exibições 3.792

Você, um mal necessário
Escuro ou claro
O certo talvez
Quando penso em você conto até três
Me dá um frio
O frio da paixão

Você, a gota de orvalho
Um pouco indecente
Ah fez-me enlouquecer
Um vulcão dentro de mim a explodir
Me dá um tempo
Prá eu me refazer
No momento que o horizonte me acolher
Vou buscar as flores

Se voltar é prá ficar de vez em ebulição
Paixão não combina com razão
Tá tudo aí em mim prá explodir

Se não voltar
Eu vou quebrar a cara por aí
Anel brilhante, meu sonho criança
Oh vida que dá tudo e retira

0 comentários
Terra Música feedback