Segunda Pele

Roberta Sá

exibições 29.774

À noite eu lhe convido:
"Querido, vem pra cá"
Um som no seu ouvido
Sussurra logo: "Vá!"

Por perto alguma gata
Já grita que nem fã
E logo o amor nos ata
Na noite, nossa irmã

Quando ele vem, faço dele
Minha luva, meu collant
A minha segunda pele
O meu cobertor de lã

São Paulo tá tão frio
Três graus, a sensação
Mas o seu arrepio
Não é de frio, não

Sou eu na sua pele
Que afago com afã
Pra que seu fogo pele
A sua anfitriã

Quando ele vem, faço dele
Minha luva, meu collant
A minha segunda pele
O meu cobertor de lã

Enquanto a noite passa
Aos braços da manhã
A gente ainda passa
Os dentes na maçã
O nosso amor é massa

Pra lá de Amsterdam
O resto é o resto, e passa
O resto é espuma, é spam

Quando ele vem, faço dele
Minha luva, meu collant
A minha segunda pele
O meu cobertor de lã

Quando ele vem, faço dele
Minha luva ou sutiã
A minha segunda pele
O meu cobertor de lã

Composição: Carlos Rennó / Gustavo Ruiz · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por viczeitona, Legendado por Lipe
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.
0 comentários
Terra Música feedback