Sertão Querido

Rodrigo Oliveira e Ricardo

exibições 220

Às águas que descem as serras.
E cortam encostas e vão para o mar.
O sol que se põe no horizonte.
Mostrando à noite anunciando o luar.

O silêncio que cobre o sertão.
Chora o meu coração quando pego a pensar.
Aqui nesta cidade grande.
Fica bem distante lá do meu lugar.

Sol e chuva, terra e mar.
Os ventos que movem moinhos.
Sou um passarinho aqui nesse lugar.

Moda e viola, são minhas companheiras.
Viola é paixão nacional.
E a moda caipira e paixão brasileira.

A vida que era um sonho.
É uma batalha pra sobreviver.
Fugi em busca de sucesso.
Procurei progresso, mas não pude ter.

Só resta um laço de saudade.
Da terra adorada que me viu nascer.
Estou arrumando as malas.
E no sertão querido eu fico até morrer.

Composição: Renato Rossy/ João Hernani / Ricardo · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por ricadeca
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.
Terra Música feedback