Na Casa do Oleiro

Samuel Mariano

Venho a mim a palavra do Senhor dizendo:
Desçe a casa do oleiro quero contigo falar,
Então me levante e obedeci sua voz,
E para o endereço de Deus, comecei a caminhar.
Chegando à casa do oleiro, parei para observar.
Uma porção de barro que sobre as roas estava.
E as mão do oleiro, nela faziam o seu querer.
E um vaso novo do seu jeito ele formava

A em tão de contemplar aquela cena,
O vaso na mão do oleiro se quebrou,
O leiro tomando o vaso mesmo querbrado
Pôs sobre as rodas, e vaso novo ele formou.
Daí então eu ouvi a voz de Deus,
Será que eu não posso fazer contigo mesmo assim?
Como barro nas mãos do olerio assim sois vós
Faço o que quero meu poder não tem limites não tem fim

Vou te quebrar, te fazer de novo
E em minha casa serais um vaso novo,
Desce pra olaria eu vou te modelar
Quando modelado fores eu vou te usar.

Te quebro, amasso, desfaço, refaço,
Dou o brilho com unção, voce é meu
Não temas siga em frente, seja forte
Seja crente, cante e te alegra,
E diga na terra que eu sou teu Deus.

Composição: Samuel Mariano · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Alan
40.461 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais