Letras de músicas - Letras.mus.br

Redenção

Síntese

Acúmulos e resquícios. Lacaios.
Ah, Deus. Perdão, por não rogar ainda não só pelos meus.
Enquanto a ti murmuro, no auge do açoite, frio da noite. É foice e mão de ferro no escuro. E os seus no meio. Vê. Creio e receio. Temo memo, mas veredito vem do Teu seio!
Se omitir, contribuir também. Não pensar é se iludir.
Discernimento pra interpretar e resitir ao juízo raso, abrevia os prazos.
Não só o se redimir, também. Não vou mentir. Quase que sem sentir, vai levando a lenha...Ao fogo que não aquece nem ilumina, então que venha, outro dilúvio, outro começo. Pai.
Só a luz e o sal. O bem que cobra o mal que ainda não teve em resenha.
Sem conivir com o errado pra respirar...Nem instinto pecaminoso pra interagir!
Nem pensar. Por aqui vislumbrando religar, deslumbrando rescompensa. Compromete o existir! A trilha do sol nascente me chama toda aurora. Lote. Vinte e um após o único que fez juz ao plano Terra. Espírito na carne, inconsciente.
Vão que viu passar o pontencial transcendente!
Tentar provar o que acredita ser o erro alheio. Ego e receio. Condição: consciência ignorante.
Aversão, estopim. Assim rebelião covarde.
E o tratamento de hombridade, compromete a eternidade!
"Universo paralelo": Prisão vibracional.
Privação: Paraíso - dimensão plural.
Perdão. Não só por mim. Redenção!

  • Enviar legenda
  • Cifra
  • Ouvir música
  • Fotos
  • Vídeos
  • Imprimir
  • Corrigir
  • Enviar letra para...
1.245 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais