Letras de músicas - Letras.mus.br

Segue a rima

SP Funk

Segue a rima (5x)

Com o poder da palavra nao reso missa pois não sou padre
To mais pra marginal, meu Rap é um perigo pra sociedade
Cidade a cidade, eu levo a diversidade até você, invandindo as suas terras como o MST
Eu não tenho culpa se meu começo é o seu fim
No meu universo musical tenho mais tom do que o Jobin, SIM!
Mantenho a tática exercitando a prática
Fazendo mais rimas que o Caceta e Planeta faz Sátira
Mágica sem Ilusão, meu som te leva mais alto, faço o truque do MC Otário sumir em cima do Palco, na levada bandido se é "Nóis na fita" eu vo além tão revoltado quanto os rebelados da febém,
Gosto de um trem, queima uma erva também, que nem o Bob Rhasta sou da paz mas nao sou zem, meu raciocinio faz de mim o pior dos assassinos, que me premeditado do alvo agora são os críticos, então sai fora Loki ve se não me stressa mais chato que vocês só Playboy bêbado em festa.

Então
Segue a rima (5x)

Segue 1, 2, 3 introdução nem uma tropa de milhão pode parar minha missão, hehe, vai se fude seus canos, seus panos, me arranca a mão o microfone e eu continuo rimando, cultura, eu já tomei como uma bola no jogo de football, depois que você ouvir põe suas calças pra secar no sol, tenho vários estilos quando saio rimando, também mais secos do que molhados e mais novos do que baianos, mude seus planos sei que dizem meu mano, não vai sobra um pra conta história se seu som continuar matando, observando o gatilho do bando, eu escutei seu som mais tudo bem, já to quase sarando, zuando, eu continuo tussindo, fumando, sujando a minha unha quando eu to dichavando, só fico vendo não consigo entender como filme Potter Guide, eu faço tudo se mecher.

Segue a rima (5x)
Levantei lembrando o som do tai de minha mina
Quiser trombar o X é só cola na esquina
Dizia taliba de politica em politica
Estado crítico decretado no ar, que nem a gravidade de deixo vagando no espaço, pra te salvar dessa só o 5h.aço, eu tenho raiz que nem o sepultura, histórico que nem o Hip Hop Cultura de rua, realidade cruel, ontem hoje e sempre de ponta a ponta a gente lembra Planet Hemp, só ando com vários malucos, depois do fogo na bomba eu fico só o pó, ta ligado, não?
Então ouve, se eu to no microfone é tudo no meu nome, pra quem não gosta chapinha, chapo, o Rap nacional é o terror que chegou.


Segue a rima (10x)

69.085 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais