Desafio do Roqueiro

Teodoro e Sampaio

exibições 8.590

Não vem que não tem
Sai, fora neném
Já briguei com ela
Não custa eu brigar com cem

Comigo é pá
Bobeou, comigo é pã
Saibam caipira
Que eu sou um bambambã

Teodoro e Sampaio
Preste muita atenção
Eu vou na minha guitarra
E vocês no violão
Sou roqueiro da pesada
No rock sou campeão
Vou ganhar esse repente
Se prepare, seus bundão

Dupla
Olha aqui seu cabeludo
"pioiento" cheio de argola
Vamos ganhar o repente
No ponteio da viola
Conhecemos sua fama
Seu roqueiro meia-sola
Você dá uma de machão
Mas no fundo é boiola

Roqueiro
Me chamaram de boiola
Vocês estão enganados
O meu nome é Tigrão
Tenho mulher pra todo lado
Vocês, é que andam juntos
O tempo todo agarrados
Até parece dois bichinhos
Que têm nome de veado

Dupla
Roqueiro seu bunda-mole
Você é muito estranho
Cabelo ninho de guacho
E brinco desse tamanho
Parece que faz um ano que você não toma banho
No repente eu aposto
Que de você eu não apanho

Roqueiro
Pare de contar mentira
Que eu já pirei de vez
Tô maluco, revoltado
Já perdi a lucidez
Eu posso fazer loucura
Até parar no xadrez
Eu quebro minha guitarra
Na cabeça de vocês

Dupla
Roqueiro você é fraco
Não pode rimar com a gente
Você não tem esportiva
Já está de sangue quente
Nas rimas de oito linhas
Nós somos experientes
Vai ter que nascer de novo
Pra nos vencer no repente

Terra Música feedback