Letras de músicas - Letras.mus.br

A vida é louca, perigosa, tenebrosa, cabulosa
Assalto à mão armada jão, tráfico de droga
Desgraça é o que não falta o crime tá em alta
Seu amigo de infancia hoje é o mesmo que te mata
Por causa de ambição, converseiro, inveja
Amigo mata amigo, bum, pronto tragédia
O crime é solução não,não,não é problema
O dinheiro traz conforto, caixão, algema
Te tira o sossego da uma pá de inimigo
Quando acaba o dinheiro também acaba os amigo
Quando num perde a liberdade cê perde a vida
Deixou como herança pru filho a vida bandida
Quando num perde a vida cê perde a liberdade
Saudade da família mofando atráz das grades
Na rua tinha grana, droga, carro
Hoje na cadeia faz faxina por cigarro
O diabo te deu tudo,tudo que cê queria
Depois tomou de volta te jogou na cela fria
Pra pegar tuberculóse, morrer de Pneumonia
Amanhecer enforcado numa cela vazia
Se da milho o crime vai cobrar num tem perdão
Vai subir e uma pá de engodo encosta dentro do caixão
- Tchau jão..!
Depois que morre cê cai no esquecimento
E pra sua mãe e pru seu filho que fica o sofrimento
Nem um mês que você morreu sua mina já ta com outro
Sua mãe num aguenta mais ta morrendo pouco à pouco
Disgosto seu filho herdou, herdou de estilo trágico
Seguindo seu caminho 12 ano entrou no tráfico
O crime é tipo um carma que na favela encarna
Da dinheiro e financia o mal, droga, arma
Ei mano muita calma mesmo na hora dificil
O crime te põe lá no topo depois joga no abismo

(Refrão:.2X)
Tá no crime perde e ganha, é um jogo de baralho
Infelizmente prus ladrão o baralho tá marcado
O diabo é o adversário tá com um 7 copa e gato
- Truco..! 4 6 9 12, o crime cobra caro.

O mundo te oferece muito de ruim pouco de bom
Ai cê abraça o que cê quiser né jão
Deus te deu o livre arbítrio manão cê que escolhe
Mas num esquece não oque cê planta é oque cê colhe
Vejo os muleque por ai novão cheio de pose
Com meio kilo de maconha pensa que é o rei do 12
Ou então com 5 grama de crack pra picar
Diz que tem vários contato...
- To seguro com Beiramar..!
Então vai nessa jão entra de cabeça no crime
Tem disposição, apetite, é forte, firme
É nessas memo que eu vejo uma par de mano e é foda
No cemitério, cadeia ou nas cadeira de roda
Vejo uma par na ilusão querendo fama, dinheiro
É justo essa ilusão que leva vários parceiro
Pensa que o crime é Disneylãndia acha que é gozolãndia
Tem uns que quer ser mas num consegue desanda
Nas armadilha do cão no começo tudo é suave
Depois começa os veneno trancado atráz das grade
Depois que sai perde droga, arma, amigo
No crime só o que cê ganha ladrão, muito inimigo
Dinheiro cê num tem mais, mas fama cê tem de monte
Uma par de mano bolado doidinho pra te da bonde
O que cê quiz você teve o diabo te deu de presente
Uma par de droga, arma sempre intupindo seus pente
Matou uma par de inocente arrependimento num teve
Escapou da morte, cadeia, Deus te salvou várias vezes
Mesmo assim num mudou, regenerar num pensou
Pra sua família disgosto, tristeza, saudade ficou
Mas uma bala que encontra o caminho crânio de um pobre
Infelizmente é tarde demais quando você descobre
Que desacredita é falha, o crime num aceita falha
A atitude conciente, falha aqui é lei da bala...

(Refrão:.2X)
Tá no crime perde e ganha, é um jogo de baralho
Infelizmente prus ladrão o baralho tá marcado
O diabo é o adversário tá com um 7 copa e gato
- Truco..! 4 6 9 12, o crime cobra caro.

O crime num vai da vida eterna nem liberdade
Tem hora que cê quer voltar atráz mas já é tarde
Tá esticado no chão, num bate mais o coração
Tá louco pra levantar mas num tem mais reação
- Eu não doidão..!
Sai na hora certa e no momento exato
Deus me deu uma chance, eu abracei no ato
Eu no crime pra minha mãe só desgosto e sofrimento
To de boa dessa vida pelo certo eu to correndo...

- Ai Thiagão quem te viu e hoje quem vê você,
tá trampando, indo na igreja guerreiro gostei de ver!

É pru cê ver que o mundo gira, o tempo passa, tudo muda
Sair do crime foi minha cara, antes tarde do que nunca
Ai doidão o crime é tipo, estilo um precipício
Não deixa pra vê isso trancado igual um bicho
Levando um monte de estocada, água fervendo no ouvido
Mais um pivete sem pai, mais um finado bandido
Não deixa pra amanhã oque cê pode fazer hoje
Larga o crime o 155, 157, larga o 12
Esse negocio de seguir quadrilha rapaziada
A cara mesmo é seguir Deus, só ele num dá mancada

(Refrão:.4x)
Tá no crime perde e ganha, é um jogo de baralho
Infelizmente prus ladrão o baralho tá marcado
O diabo é o adversário tá com um 7 copa e gato
- Truco..! 4 6 9 12, o crime cobra caro.

Composição: Thiagão · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Flávio
39.129 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais