Letras de músicas - Letras.mus.br

Diz o poeta tristemente em seu verso
"viver é ir morrendo lentamente"
Para mim é um compromisso consciente
Com o fim do qual não há regresso

É um tapete que rola sobre nós
É um bilhete que se tira ao nascer
É um roteiro com destino por saber
É um rio que desliza para a foz

É não saber se ao sair se irá voltar
É avançar sem deixar de olhar para trás
É ao partir não saber se se é capaz
É adormecer sem certeza de acordar

Diz o escritor nesse triste pensamento
"crescer é ter contacto com a morte"
É ver no dia a dia a sua sorte
Tomar asas, desaparecer com o vento

É soluçar sem saber porque se chora
É reclamar à morte quem se quer bem
É ser de todos e não ter ninguém
É ver passar no dia a hora-a-hora

É não saber se ao sair se irá voltar
É avançar sem deixar de olhar para trás
É ao partir não saber se se é capaz
É adormecer sem certeza de acordar

  • Enviar legenda
  • Cifra
  • Ouvir música
  • Fotos
  • Vídeos
  • Imprimir
  • Corrigir
  • Enviar letra para...
777 exibições
Ver mais fotos

Comentários


Quem curte?
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais