Salvador Não Inerte

Virgínia Rodrigues

exibições 1.584

Aganju, Alujá, muito axé
Canta um povo de origem nagô
O seu corpo não fica mais inerte
Que o Afro-Olodum já pintou

Olodum negro elite é negritude
Deslumbrante por ter magnitude
Integra no canto toda massa
Que vem para a praça se agitar
Salvador se mostra mais alerta
Com o Afro-Olodum a cantar

Aganju, Alujá, muito axé
Canta um povo de origem nagô
Aganju, Alujá, muito axé
Canta um povo de origem nagô
Muito axé

Terra Música feedback