Letras de músicas - Letras.mus.br

Salvador Não Inerte

Virgínia Rodrigues

Aganju, Alujá, muito axé
Canta um povo de origem nagô
O seu corpo não fica mais inerte
Que o Afro-Olodum já pintou

Olodum negro elite é negritude
Deslumbrante por ter magnitude
Integra no canto toda massa
Que vem para a praça se agitar
Salvador se mostra mais alerta
Com o Afro-Olodum a cantar

Aganju, Alujá, muito axé
Canta um povo de origem nagô
Aganju, Alujá, muito axé
Canta um povo de origem nagô
Muito axé

Composição: Bobôco/Beto Jamaica · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Fabiano
1.481 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais