Letras de músicas - Letras.mus.br

Meu Filho Minhas Regras

Visão de Rua

A cinco anos e alguns meses atrás por ai, conheci
Um cara que eu até pensei que fosse o certo pra mim
A indiferença nessas horas passa sem perceber
Pra dizer só o tempo se eu soube ou não escolher
Sou Dina Di, a personagem central dessa história
De dor e traição, traição na memória
Um pesadelo que parece não ter fim
Que tire a minha vida e não meu filho de perto de mim
E eu já paro no silêncio e começo a lembrar
De cada contração que eu sentia, do soro, dos pontos da cirurgia
Na sala de pré parto, eu ia tentando me acalmar
O efeito dormente na rack é um back
Ai eu já não vi mais nada, nem dor, a não ser
O corte do abdome, os pontos da cesariana ao amanhecer
Dei a luz a um menino, meu sentimento é eterno
Naquela noite de inverno eu jamais vou esquecer
6, 9, 6 depois de nove meses espera
Ser mãe pela primeira vez me fez crescer, eu não era mais
Aquela mina que não tinha nada a perder
Sozinha, sem rumo, sem casa, sem razão pra viver
Minha vontade de crescer, vencer, era bem maior
Meu casamento era só aparência mano, era só
Não demorou pra acontecer o que eu temia
Voltar pra casa da mãe com filho nos braços, no fundo eu sabia
Sem condição, procedimento, é um só correria
Deixar com a vó é bem melhor do que qualquer companhia
O dom de compor, cantar, carrego desde criança
Minha carreira pra mim, a única esperança
Eu não desisto aí, sempre foi assim
Enfim, Deus por todos todos, todos por um eu por mim
Não tenho um terço do que tem meus irmãos
Casa própria, carro, tá limpo, eu só quero saúde, disposição
Pra lutar, pra chegar até o fim
Quando meu filho crescer, vai entender e se orgulhar de mim
Eu tinha um sonho, me dediquei a minha profissão
E hoje eu só posso ver meu filho através do portão

Eu quero ver meu filho crescer
Ai você que só que me fazer o mal vou dizer que não há
Além de Deus o que me faça parar
Não há derrota que derrote alguém que nasceu pra vencer

Eu quero ver meu filho crescer
Ai você que só que me fazer o mal vou dizer que não há
Além de Deus o que me faça parar
Não há derrota que derrote alguém que nasceu pra vencer

Eu quero ver meu filho crescer
Aí você que só que me fazer o mal vou dizer que não há
Além de Deus o que me faça parar
Não há derrota que derrote alguém que nasceu pra vencer

É como se eu você fosse uma ameaça como muitas são
Que mata, que leva o próprio filho pra destruição
É como se eu não tivesse um proceder nem conduta
Alcoólatra, drogada, jogada, sem rumo, a prostituta
E daí? Um dia desses eu parei pra pensar
Se meu advogado é bom falta dois meses pra mim confirmar
Deixa pra lá, por enquanto nem me envolvo
Mas se a lei não resolver, eu mesma resolvo
Cada uma tem um fato triste gravado em mente
Cada mãe uma história, cada filho um pai diferente
Que namora, que casa com o cara e deixa pra trás
Estudo, emprego, família e quando percebe é tarde demais
Cada cem mulher, só dez pensa no próprio futuro
Dependente de ter alguém ou não, nada é pra sempre
Se o amor acaba o cara sai fora é o primeiro fator
Segundo, que vai te assumir com os filhos que ele deixou?
Terceiro, seus pais já se foram, você não tem mais ninguém
Pra contar, pra trampar, só se for de doméstica, ai que tá
Você não é a única da fila creche não tem vaga
Tão já e seus pivete vai ficar de quem
O crime é foda mais, mais passa fome é bem pior
No desespero a mãe nem pensa se vem fácil ou com suor
Agora uma criança chora, solidão e o resultado
A mãe atrás das grades, seus irmãos jogados
Cada um pedindo esmola pra comer sozinho
Sabe lá Deus que caminho ele vai seguir
Sem ninguém, Febem, droga ou policia
A mãe ta lá sem noticia, o canalha nem que saber
O pai filha da puta que só faz filho por fazer

Eu quero ver meu filho crescer
Ai você que só que me fazer o mal vou dizer que não há
Além de Deus o que me faça parar
Não há derrota que derrote alguém que nasceu pra vencer

Eu quero ver meu filho crescer
Aí você que só que me fazer o mal vou dizer que não há
Além de Deus o que me faça parar
Não há derrota que derrote alguém que nasceu pra vencer

Pela primeira vez falo do pacto por que
Um passo em falso ponho tudo a perder
Seu juiz, meu filho é a luz que eu sai desse escuro
Meu trabalho, minha luta, minha ausência é pelo seu futuro
E tem mais, eu corro atrás faço o que eu faço por amor
Eu conquistei meu espaço e não moro mais de favor
E custe o que custar, no meu lugar ninguém vai ficar
Se eu fui mulher pra parir, sou muito mais pra criar
Eu sei que tem aí na vida é o que mais tem
Uma pá de atrasa lado que não quer ver meu bem
Pra quem quer me fazer o mal vou dizer
Não há derrota que derrote alguém que nasceu pra vencer

Eu quero ver meu filho crescer
Aí você que só que me fazer o mal vou dizer que não há
Além de Deus o que me faça parar
Não há derrota que derrote alguém que nasceu pra vencer

Eu quero ver meu filho crescer
Aí você que só que me fazer o mal vou dizer que não há
Além de Deus o que me faça parar
Não há derrota que derrote alguém que nasceu pra vencer

Composição: Dina Dee · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Marcos
21.546 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais