Sorte Aos Pobres

Vítimas do Preconceito

Muita sorte aos pobres Senhor os faça fortes
Pra poder ir mais além sem dar um bote
Que seja enorme a vontade de vencer,
No que escolheu pra ser, corre nego você pode
Pra sempre vou levar o que sou,
De onde vim pra onde vou
E mostrar sem querer pagar
O quanto melhorou
Pros manos se espelhar e se pá si fazer também
O que eu fiz por mim, ?vai? tenta ser alguém!!!
Alguém, ágüem... falou pra mim

Nossa cara é viver bem o quanto puder
Ter dinheiro, amor, carro bom e mulher
Favelado quer Ter seu destaque, ser
Mais um no poder, Nego B. sei que vou sofrer
Mas, não vou perder!!!
Só faço o meu e na moral eu sigo em frente
Esperança pra sul, eu sou mais um sobrevivente
Quem não consegue sonhar, não tem prazer
Eu sei, que o tempo é contra quem precisa correr
Mas, só quer for valente, do que resiste sempre
Encara sem temer o vale escuro, o fogo ardente
O que for preciso passar, pra chegar eu tô lá,
Vim pra dominar, sem me intimidar
O sol brilhou, me chamou, eu vou pra brilhar também
Não nasci pra ficar ou ser sombra de ninguém
Do Brooklyn quem vem tipo eu quer mais
Prazer, dólar, laser, não juntar rivais
Sempre em frente, o tempo passa e nada muda de
repente
O que for bom vai vir naturalmente
Deixa o destino me guiar pra ver, o que pode
acontecer
Preciso correr pra chegar, no meu objetivo de
conquistar
Pois sei qual é o meu devido lugar...
-- é juntamente com os meus parceiros correndo pelo
certo e fazendo por nos.
tô sempre no grau pronto pra sair,
Só me acionar pra um role na moral vamo aí
A noite vem, quem saúde tem, pode se dar bem
Um proceder pra somar amém
Com um Impala preto eu sonhei, conversível Hei
Personalizado, um banco de couro, lindo tesouro, aro
cramado
No mó astral brilha a luz do luar
Ser livre pra curtir é bom, tranqüilão, sem problema
Ó que cena! Há mil maneira de ser feliz
Quem da valor? Quem sofreu mais? No olhar já me diz!!
Quem por um triz deixaria de estar com a gente
Com amor agradece e é sobrevivente
Pois é difícil no mundão ter só motivo pra rir
O preto quer um lugar pra relaxar e refletir
Jamais empina o nariz, na humilde nasce, cresce e
morre
Com muita fé em Deus o povo pobre só precisa é ter
sorte

20 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais