Manhã no Posto Seis

Wilson Simonal

exibições 1.046

A noite já se foi, o dia já se fez
O sol iluminou
manhã no posto seis
Voltar da capelinha,
o sino tilintou,
um toque de clarim forte despertou
Queimado pelo sol, no inverno e no verão
Recolhe o arrastão o velho descantor
E a moça tão bonita à sombra se deitou no guarda-sol multicor

Um milagre assim só pode ser Copacabana,
que consegue ter o seu jardim em plena areia à luz do sol

A noite já se foi, o dia já se fez
O sol iluminou
manhã no posto seis
Voltar da capelinha,
o sino tilintou,
um toque de clarim forte despertou
Queimado pelo sol, no inverno e no verão
Recolhe o arrastão o velho descantor
E a moça tão bonita à sombra se deitou no guarda-sol multicor

Um milagre assim só pode ser Copacabana
que consegue ter o seu jardim em plena areia à luz do sol

A noite já se foi, o dia já se fez
O sol iluminou
manhã no posto seis
Voltar da capelinha,
o sino tilintou,
um toque de clarim forte despertou
Queimado pelo sol, no inverno e no verão
Recolhe o arrastão o velho descantor
E a moça tão bonita à sombra se deitou no guarda-sol multicor

Um milagre assim só pode ser Copacabana
que consegue ter o seu jardim em plena areia à luz do sol

Terra Música
feedback