Canto dos Firmeza

Apocalipse 16

exibições 8.889

Apc Templo Soul
Apc e Templo Soul

Na ponta dos pés é como ela vem, rico ou pobre não respeita mais ninguém
Tem um dom dissimulado fala aí no teu ouvido e te lembra do passado
Tudo parece perdido, ela quer te ver olhando para o chão, se pudesse te amarrava no colchão
Então não fica dando mole, erga a sua cabeça, você é GF disso nunca se esqueça

Refrão:

Yeah, yeah, yeah, yeah, yeah
Dando surra na tristeza
Yeah, yeah, yeah, yeah, yeah
Esse é o Canto dos Firmeza


Junto com os patrícios, celebrando ao Rei,
Coitado é filho de rato, que nasce pelado
Eu to bonito, eu to legal, porque fui separado, porque fui separado
Firmeza na Rocha, e vamos vivendo (vamos vivendo),
Deus olhou pra gente e escolheu a dedo (escolheu a dedo),
Agindo Deus quem impedirá, no mover do seu braço quem resistirá,
Só fica triste quem não clama a Jeová, dá surra na tristeza e manda ela passear

Um, dois, três, quatro mil pretos dançando com a mão pro alto o morro desceu misturou com o asfalto, sem arrastão e sem assalto,
Cristo ta na casa e tem que ser respeitado, isso mesmo é a festa dos nego, dança quem tem grana, dança quem não tem dinheiro, que nem os ancestrais que dançavam no terreno
A gente segue firme, a gente segue forte, dançando no século vigésimo primeiro, estende o tapete vermelho pros GF's passar, mas dá um tempo espera as damas desfilar
A tristeza não entra, vai ficar lá fora, se tentar pular o muro a gente manda ela embora, chama os seguranças e manda resolver, na festa dos pretos tem que ter proceder


Dama da noite bem vestida pra matar, isso só acontece se você deixar
Sua mente prisioneira, sempre no mesmo lugar pensa um monte de besteira "bora" então se libertar
Vai guerreiro que é sua hora de bater, você foi idealizado pra vencer, pensamento nas alturas, vai na força que é Divina, não amarela, firma tudo e vai pra cima


Você nasceu pra dar certo (sucesso, sucesso)
E não nasceu pra vergonha (honra, honra) [2X]

Pra vencer a tristeza, firmeza
Pra virar logo a mesa, firmeza
Derrotar a malvadeza, firmeza
E ficar tudo limpeza, firmeza [2X]

Os manos e as minas de ponta (Guerreiro, Guerreira)
Sempre olhando pra frente (é quente, é quente)
Os manos e as minas de ponta (Guerreiro, Guerreira)
Firmados naquela Cruz (Jesus!, Jesus!)

Composição: Pregador Luo e Rogério Serralheiro · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Knoxville
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.
Terra Música feedback