Letras de músicas - Letras.mus.br

Ninguém Paga Minha$ Conta$

ConeCrewDiretoria

(Cert)

Já penso em Jah uma linha pra começar
tem nego que é popstar nós é máfia gangsta
qual é o problema sim fedex,conspiração ANTRAX internet
circulação pelo fax arranca um coração, igual num filme

clack clack já vejo meu fim, feliz fim pra mim
gin, green, plim já que a vida não tem reprise
se não há paz traz pelo menos pros meus pais
da vida um cálice, cale-se, duvido quem escutou demais

Falador tem em todo lugar
só fala a dor, mas desafio a se calar e escutar

quem mandou seu otário falador cheio de buraco acordou todo furado num sarcófago fechado...
em alto mar lançado bem pesado, blindado de aço
irá afunda-lo pra caralho, alagado depois encharcado,
caso afogado vivo acordado
tu vai dar tilt

o teu crime não é creme
o creme é o cream cheese

Refrão (Batoré e Rany Money)

Ninguém paga minhas contas
Ninguém apaga minhas pontas
sempre monta várias lontra tonta que me apronta
quando eu passo nego aponta, se me viram nego conta
meus vizinhos fazem ronda, mas não acham nem a sombra
Eu sou meio maluco, meio surtado, meio do contra
o bonde é só responsa não entra nenhum mão de onça
quando eu passo nego aponta, se me viram nego conta
meus vizinhos fazem ronda mas não acham nem a sombra

(Maomé)

A sociedade se divide, ou tu bate ou apanha
Essa margem varia de acordo com nome, onde mora e o que ganha
Empregado ou empregador, o subordinado vai na arte-manha
O patrão voltando da Espanha, vai no Viena e come lasanha

Acredite não é façanha, seu pit-bul come picanha
Meu vira-lata no osso ruido, magrelo, vê um rango se assanha
Faz manha que depressão, o prato arranha, coitado do cão
Vou presentea-lo com um Biscrok se eu ganhar na promoção

Melhor manter meu pé no chão, porém não pago por sonhar
se meu almoço é mais barato que seu creme de barbear
Mas não me vejo coitadinho, veja o caso do Papatinho
Faz batida, nada deve, paga suas contas, é um cara limpinho

O bombadinho rasga dinheiro e eu to com a corda no pescoço
Se rasgar na minha frente eu passo durex e guardo no bolso
Já fiz macumba e to aguardando um resultado sensacional
Escrevi o nome de 5 santos atrás da nota de 1 Real

Refrão (Batoré e Rany Money)

Ninguém paga minhas contas
Ninguém apaga minhas pontas
sempre monta várias lontra tonta que me apronta
quando eu passo nego aponta, se me viram nego conta
meus vizinhos fazem ronda, mas não acham nem a sombra
Eu sou meio maluco, meio surtado, meio do contra
o bonde é só responsa não entra nenhum mão de onça
quando eu passo nego aponta, se me viram nego conta
meus vizinhos fazem ronda mas não acham nem a sombra

(Cert)

Ha-ha Mun-Rá Moonlights that shines
sword fight I find, more lines I rhyme

pras minhas puta maluca cachorras só querem Eukanuba
pedigree, dogshow, homegrow, green da fruta
distorções de visões, alucinações são foda
me pedem: droga, coca cola, tora e bolas de hashish!
alopra e entoca várias horas portando conjuntivite
minha vida não é Telecine mas só vivo no limite

Opressorr a CONE vai te alcançar
só caô já to cansado por rastros vou rastrear
já era pela reza a lenda merda fede a minha encomenda
lanço a senha pego o haka e a borracha e esquenta não guenta
um sujeito que aparenta uns 40 com seus problemas
venta dentro da venta e da carteira sai uma borboleta
se eu to livre do capeta da cerveja e do rabisque
eu to de pé
vim vi e venci "Veni Vidi Vici"

(Ari)

Do asfalto gueto branco ou preto
sacode o esqueleto,não precisa de amuleto$
a Cone vai te salvar! Vem...
Do asfalto gueto branco ou preto
sacode o esqueleto, não precisa de amuleto
a Cone vai te salvar! Vem...
do asfalto...
Vem..do gueto...

Composição: Maomé, Cert, Rany Money, Batoré, produzido por Papatinho · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por João
Legendado por enriquek e alanlemes
146.975 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais