Um Filme Em Cartaz

Delittus

exibições 7.400

Quando o silêncio invade a minha noite, me pego a pensar no quanto foi bom te ter pra mim.

Mas, como nada é pra sempre e a vida é injusta, nos resta sonhar. É onde podemos encontrar o amor que não existe mais.

O amor não passa de um filme em cartaz.

E eu durmo agora e esqueço o que deixei pra trás. As ondas sempre voltam para o mar.

Se o amor foi pouco, ainda há tempo pra tentar. O frio vai esquentar denovo. O frio vai esquentar denovo.

Quando o silêncio invade a minha noite, me pego a pensar no quanto foi bom te ter pra mim.

Mas, como nada é pra sempre e a vida é injusta, nos resta sonhar. É onde podemos encontrar o amor que não existe mais.

O amor não passa de um filme em cartaz.

E eu durmo agora e esqueço o que deixei pra trás. As ondas sempre voltam para o mar.

Se o amor foi pouco, ainda há tempo pra tentar. O frio vai esquentar denovo. O frio vai esquentar denovo.

Se parar no tempo, nada vai mudar. O caminho é longo, eu sei, mas temos pernas para andar.

Os primeiros passos podem te cansar. Mas, se você cair no chão, sempre pode levantar. Não!

Mas eu durmo agora e esqueço o que deixei pra trás. As ondas sempre voltam para o mar.

Se o amor foi pouco, ainda há tempo pra tentar. O frio vai esquentar. O frio vai esquentar denovo.

Composição: Burn / John Menger · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Delittus, Legendado por Jamile
Viu algum erro na letra? Envie sua correção.
Terra Música
feedback