Frevo de Itamaracá

Edu Lobo

exibições 1.846

Quando eu cheguei
na minha praia grande
minha praia linda de Itamaracá
varei o dia, revirei anoite
clareou de novo e eu ficando lá

Lá na praia
no meio da praia, no centro do mundo
no raso, no fundo
no claro, no escuro
da praia, da palma da praia de Itamaracá
na areia, no meio da areia e alegria
pensasse e quizesse faria
seria o que fosse prá ser

Na tarde
rumando prá lá do viveiro
sem tempo, nem hora ou dinheiro
morando nas ondas do mar
varei o dia, revirei a noite
clareou de novo e eu ficando lá

Lá na praia
no meio da praia, no centro do mundo
no raso, no fundo
no claro, no escuro
da praia, da palma da praia de Itamaracá
na areia, no meio da tarde esquecido
sonhando acordado, perdido
com medo do dia acabar

Terra Música feedback