Doutor do Sertão

Goiano e Paranaense

O moço grã-fino aqui da cidade
Por escolaridade tinha formação
Já era formado em duas faculdade
Mais os seus pais vieram do sertão
Nunca tinha visto sitio e fazenda
O monjolo, a moenda, riacho e espigão
Somente sabia por ouvir dizer
Plantar e colher era muito bom.

Seu pai lhe contou as historias da roça
Do rancho a palhoça onde ele nasceu
A terra meu filho só não era nossa
Mas tinha de tudo onde o papai viveu.
Qualquer dia desses eu vou te levar
E vou te mostrar tudo que era seu
Com muito carinho eu posso lhe explicar
Por que papai de lá não esqueceu.

Num final de semana velho convidou
Seu filho doutor como ele prometeu
Para visitar o lugar que nasceu
Na primeira infância onde ele nasceu.
Saíram cortando campinas e serras
Pros lado das terras onde o velho morava
As arvores floridas na beira da estrada
E a terra tombada com o chuvisco cheirava.

O cantar dolente dos passarinhos
Até parecia que os recepcionava
Uma juriti construindo seu ninho
E uma ciriema ao longe cantava.
A tarde perdia do so, o seu brilho
E os dois abraçados de emoção choravam
Ao ver a morada e o poço de sari
Ali pai e filho se emocionavam.

Ao cair da tarde a mãe natureza
Mandou a beleza e o filho acolheu
E ao surgir a manhã com o canto das aves
O doutor sentiu que ali renasceu.
Disse papai: a bem da verdade
Ninguém me ensinou sobre a felicidade
Eu nunca aprendi lá na faculdade
A grande lição que o senhor me deu.

4.993 exibições
Ver mais fotos

Comentários


Quem curte?

Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais