Abre o Olho Concorrência

João Carreiro e Capataz

exibições 59.435

Se tratando de pagode
De ninguém eu tenho medo
Canto com a voz macia
E sou ligeiro nos dedos

Pra compor moda bonita
Não vejo nenhum segredo
Trago Deus no coração
Canto com amor e paixão
Pro meu povo sertanejo

Humildade vem de berço
Tá no sangue, tá na raça
Abre o olho concorrência
Tem sangue novo na praça

Meu talento incomoda
Traz inveja a muita gente
Que usa do jogo sujo
Pra poder ficar na frente

Não me preocupo com pouco
Só penso em trabalhar
Dois ou três gatos pingados
Com inveja e mal olhado
Não conseguem me derrubar

Humildade vem de berço
Tá no sangue, tá na raça
Abre o olho concorrência
Tem sangue novo na praça

O dom foi Deus que me deu
Só ele pode tirar
As pedras no meu caminho
Não me deixam tropeçar

Agradeço todo dia
Por esse dom de cantar
E não vivo preocupado
Pois tenho Deus do meu lado
Pra quando eu precisar

Humildade vem de berço
Tá no sangue, tá na raça
Abre o olho concorrência
Tem sangue novo na praça

0 comentários
Terra Música feedback