Onde Ela Anda

João Carreiro e Capataz

exibições 15.290

Todo dia quando chega a madrugada
Vem a saudade malvada
Perturbar meu coração

Porque fui cruelmente abandonado
E não estava preparado
Pra sofrer desilusão

O meu peito bate um coração aflito
Bebo choro canto e grito
Pra amenizar minha dor

Pois amei na inocência de um menino
Tô sofrendo em desatino
Essa obra que o destino no meu coração pregou

Onde ela anda, onde ela está?
Será que sente saudade?
Será que vai voltar?
Onde ela anda, onde se escondeu?
Será que já tem outro?
Será que me esqueceu?

O meu peito bate um coração aflito
Bebo choro canto e grito
Pra amenizar minha dor

Pois amei na inocência de um menino
Tô sofrendo em desatino
Essa obra que o destino no meu coração pregou

0 comentários
Terra Música feedback