Cancela o Funeral

Leandro Borges

Era um dia normal,
Mas algo sobrenatural estava para acontecer,
Pelas ruas da cidade seguia o cortejo de um funeral.

De um lado vem vindo uma multidão,
Corações alegres e cheios de fé.
Acabaram de assistir mais um grande milagre,
Do homem de Nazaré.

Vem vindo uma outra multidão,
Mas o que se ouve são vozes de pranto.
O que se vê são pessoas chorando,
O moço morreu e agora é a hora,
Do seu corpo sepultar.

A tristeza caminha rumo a alegria,
A esperança caminha rumo ao desespero.
De um lado Jesus e do outro o morto,
A vida e a morte agora se encontram,
Todos param pra ver o que vai acontecer.

Jesus fita o olhar, ao olhar da viúva,
Que perdeu o seu filho e agora está em pranto.
Ele fala: Não chores,
Toca na mão do esquife,
E trás de volta a vida aquele moço.

Refrão
Cancela o funeral, o morto reviveu,
Encerra o cortejo todo o luto acabou.
Põe o caixão fora e pode fechar a cova,
Não tem morto pra enterrar porque o milagre aconteceu.
Cancela o funeral a data foi mudada,
A morte desse moço acaba de ser adiada.
Jesus chegou e não foi pra lamentar,
Veio pra fazer milagres, fez o morto levantar.
Quando Ele chega o pranto vira festa,
Quando Ele chega a morte dá lugar a vida.
Quando Ele chega tudo se transforma,
E até a tristeza salta de alegria.

Ponte: Ministérios enterrados vejo ressurgir,
Com unção e autoridade para deus usar.
Sonhos que morreram dentro do seu coração,
Já estão ganhando vida agora é só realizar.
Mal que era para a morte já vejo sair,
A esperança sepultada deus vai restaurar.
Desenganados pela medicina vão sair,
Daqui curados e usados pra testemunhar.

Composição: Leandro Borges · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por André
16.003 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Playlists
    Recentes
      Destaques
      Últimos destaques
      Mais